Informes - GERAIS

Como a Holding Familiar pode ajudar na gestão dos negócios?

6 de Setembro de 2022

A gestão do negócio familiar, além de demandar um cuidado especial por conta do patrimônio material, exige uma atenção maior por envolver relações sensíveis com os entes queridos. Nestes casos, qualquer decisão errada pode causar, além de significativos prejuízos financeiros, conflitos que podem comprometer a harmonia de toda a família.

Foto: Divulgação

Para evitar divergências e perdas expressivas de capital, muitas pessoas optam por estruturas jurídicas mais seguras. Uma destas alternativas é a constituição de uma Holding, mecanismo legal que visa administrar o patrimônio oferecendo o máximo de segurança aos ativos, reduzindo as taxas tributárias e contribuindo para uma sucessão de bens planejada e definida.

Principais vantagens de uma Holding Familiar

A estruturação de uma Holding Familiar possibilita a blindagem de bens, economia de impostos e sucessão sem custos. Todos esses benefícios são assegurados através de ferramentas jurídicas, que ajudam a eliminar custos e taxas com inventário. Além disso, constituir uma personalidade jurídica desta natureza protege o patrimônio e os membros de ataques processuais.

Na prática, são alcançadas as seguintes soluções: redução das taxas sobre o aluguel de 27.5% para 11.33%; economia de até 60% das alíquotas com locação e venda de imóveis; eliminação de impostos sobre ganho de capital imobiliário e sobre a herança; maior facilidade para a abertura de empresa ou conta offshore em diversos países; dispensa do pagamento de impostos sobre retiradas mensais da empresa; entre outros.

Através de uma Holding Familiar, é possível evitar a perda de 25% do patrimônio com inventário, taxas e demais despesas envolvidas com escritura, honorários e impostos sobre a herança. Todo o processo conta com ferramentas jurídicas, fiscais e tributárias que consolidam a blindagem patrimonial dos bens, eliminando custos e potenciais problemas.

Somados, todos os benefícios resultam em uma economia significativa de recursos, proporcionando bem-estar a longo prazo para as futuras gerações, além de permitir a continuidade da harmonia familiar nas décadas seguintes.

Como iniciar o processo

Importante destacar que os familiares são acionistas da Holding e não meramente herdeiros dos bens. Pode parecer um detalhe, mas essa é uma estratégia de longo prazo, cujos resultados aparecem melhor com o tempo, economizando uma quantia considerável com impostos, inventário e divórcios.

Porém, por envolver entes queridos e todo um histórico de conquistas pessoais e familiares, a estruturação de uma Holding Familiar é um processo sensível e que requer uma análise cuidadosa. Neste contexto, todos os detalhes são analisados de forma detalhada, considerando os potenciais efeitos e pessoas envolvidas.

Atenta às necessidades do mercado atual, a STLA vem se aprimorando cada vez mais em todos os pormenores que compõem o Planejamento Familiar.

Saiba mais sobre o Planejamento Familiar

Comentários
Assista ao vídeo