Cultura - Fotografia

Adearte apresenta exposição de fotografia de Heloisa Junqueira

31 de Julho de 2014

 

Momentos roubados, capturados por meio de fotografias e colocados em um acervo pessoal de cinco anos. Imagens de pessoas estranhas, que refletem também a própria estranheza do ser. Tudo isso em camadas, adaptadas e transformadas em fotogravuras. Estas são as obras que farão parte da nova exposição que a Adearte Galeria & Store apresenta: “Abismos Contemplativos da Memória”, da artista contemporânea Heloisa Junqueira. A exposição será lançada no próximo dia 07 de agosto, às 19h30, e ficará aberta para visitas até o dia 06 de setembro. A visitação é gratuita.

Segundo a artista, um fato curioso permitiu a produção de mais uma exposição que não estava, até certo ponto, programada. “Há mais ou menos cinco anos venho fotografando momentos que contemplo em público de pessoas estranhas e que chamam a minha atenção. Depois de um tempo, revendo estas ações congeladas, percebi que tinham algo em comum e que conversavam entre si. Aí surgiu a ideia de fazer as gravuras e expor”, conta.

Como a própria artista define, “Abismos” é um codinome para o tempo congelado na fotografia. Ações de pessoas, que se aproximam um pouco da melancolia, e que jamais se repetirão. “É algo que te seduz e ao mesmo tempo te assusta. Aquilo faz você se aproximar e depois causa vertigem por estar ali”, comenta. Já,o  “Contemplativos”, segundo ela, vem da própria contemplação de momentos de pessoas e “Memória” faz referência ao todo da obra. “Quando coloco uma imagem ao lado da outra, o tempo desaparece, mas foi muita coisa que vivi entre uma fotografia e outra. A memória do que foi vivido fica sempre permanente”, diz Heloisa.

Sem pretensão de deixar no contexto opiniões e mensagens formadas, a artista prefere presentear as pessoas que visitarem a exposição com um pouquinho do seu olhar e do seu interior.  Uma verdadeira contemplação do tempo que foi congelado, montado e que, agora, se insere em uma nova realidade. “Não sei se quero passar uma mensagem, mas toda vez que exponho um trabalho, quero mostrar um pouco do interior, do olhar, do ‘registrar o mundo’ para as outras pessoas”, diz a artista. “Espero que as pessoas tenham tempo de contemplar aquilo que um dia contemplei. Porque o tempo é muito sagrado e passá-lo ali, em meio às obras, é o que tornará a exposição especial para mim”, conclui.

Com influências variadas de grandes artistas, Heloisa Junqueira não permanece com sempre com a mesma referência. Por muito tempo os impressionistas foram sua paixão, mas hoje está aberta a novas vivências e conhecer artistas atuais. A artista se encanta com as obras de Mariana Palma, Ana Elisa e Egreja, Pedro Manuel-Gismondi, entre outros.

Heloisa Junqueira

Formada em Artes Plásticas com Licenciatura Plena na Unaerp – Universidade de Ribeirão Preto e pós-graduada em História da Arte pela FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado. Já foi membro do Atelier 21 com a artista Vânia Castaldelli, Membro do coletivo Zeferina, integrou o Ateliê de pesquisas em poéticas visuais nomeado Latitude22, projeto participante do 3C - Centro de Criação Contemporânea, com acompanhamento de Josué Mattos.

Exposições

2014: Selecionada no Programa exposições Marp 2014 com a obra: Veias expostas, Marp, Ribeirão Preto, abril.

2013: É sempre bom estar bem acompanhada, com Latitude 22 e convidados no W espaço de arte, novembro.

2013: Abril, Exposição individual "De frente pro crime" pelo programa exposições 2013 do Marp, no Ateliê Lolô Junqueira.

2012: Maio, Exposição Individual  “Passo e Fico” no W espaço de Arte em Ribeirão Preto.

2012: Outubro, Exposição coletiva “O Direito dá Arte” na Faculdade de Direito da USP de Ribeirão Preto.

2012: Poipoidrome exposição do Latitude22 no SESC Ribeirão Preto, de 09 março a 01 de maio.

2011: Programação paralela ao 36º SARP, com o Latitude22 no W Espaço de Arte nos dias 18 e 19 de agosto.

2010: Dezembro, Exposição "Personas" em parceria com a fotógrafa Carla Benedini no próprio ateliê.

2010: Outubro, Exposição coletiva "Elos Viáveis" com o coletivo Zeferinas no Espaço W de Arte, em Ribeirão Preto.

2010: Exposição "Quinta Essência" com o Coletivo Zeferina, espaço do centro de convenções de Ribeirão Preto.

2009: Outubro, 41 salão de Arte Contemporânea de Piracicaba. Com o coletivo Zeferina.

2008: Setembro, exposição em prol da Sobeccan no restaurante Amici.

2008: Exposição individual no restaurante Le Petit Bistrô, Ribeirão Preto.

2008: De 7 a 24 de maio coletiva “Entre figuração/ Abstração” na galeria Adearte, em Ribeirão Preto.

2003: Exposição coletiva na Livraria Atlas-Campus USP.

2002: Exposição coletiva no espaço cultural Unimed-Ribeirão Preto.

1994: Exposição coletiva dos alunos do curso de arte-Unaerp.

1991: dezembro, Exposição coletiva no Senac.

A GALERIA

A Adearte Galeria & Store iniciou suas atividades em Ribeirão Preto em 2007. Hoje é dirigida pela fotógrafa, publicitária e galerista, Julia Junqueira. Conta com enorme acervo de gravuras originais, pinturas e esculturas de artistas contemporâneos do Brasil e de outros países, todas assinadas e numeradas. Além das peças de arte, oferece uma loja com produtos exclusivos de designers do mundo todo. O espaço trabalha com acessórios, bijuterias, peças designers e presentes originais. Esculturas de papel machê, almofadas do artista Gustavo Rosa, peças dos artistas Dalmau e Sonia Menna Barreto, além de mobiles dinamarqueses, joias contemporâneas, pedras perfumadas italianas exclusivas e as famosas caixas de história “A menina e o balanço”, são alguns dos destaques da loja.

 

Serviço

O que: Exposição Momentos Contemplativos da Memória

Quando: de 07 de agosto a 06 de setembro de 2014

Onde: Adearte Galeria & Store - Rua João Penteado, nº 920, Boulevard – Ribeirão Preto (SP).

Horário: segunda a sexta-feira, das 10 às 18 horas e aos sábados das 10 às 13 horas. Entrada: Gratuita

 

Comentários
Programa Compartilha Brasil