Colunistas - Rodolfo Bonventti

Era Uma Vez: A garota-propaganda que virou estrela dos programas femininos da nossa TV

11 de Junho de 2014
Clarice Amaral na década de 1970 na TV Gazeta

 

 

 

 

 

 

 

 

A paulista Clarice Amaral começou na televisão na TV Cultura, no início dos anos 60, como garota-propaganda, mas logo se destacou e galgou o posto de apresentadora.

Seu primeiro programa como apresentadora foi "São Paulo, Capital Rua Augusta", na TV Cultura, mas depois seguiu para a TV Record, onde ao lado de Vicente Leporace apresentou o "Ginkana Kibon". Seu trabalho foi reconhecido em 1967 quando ganhou o Troféu Imprensa como a melhor apresentadora de TV daquele ano.

Clarice Amaral também passou pela Tupi e pela Excelsior, mas sua grande conquista veio com a ida para a recém criada TV Gazeta, onde a partir de 1970, comandou o programa diário "Clarice Amaral em Desfile".

Clarice Amaral recebendo o piloto Ajax em seu programa

 

 

 

 

 

 

 

 

Foi assim que ela criou o hábito nas mulheres paulistanas de sintonizarem a TV Gazeta todas as tardes para assistirem a uma programação totalmente voltada para elas. O “Clarice Amaral em Desfile” ficou mais de dez anos no ar. Começou no horário das 18h, com uma hora de duração, e com o tempo passou para o início das tardes da emissora, sendo que durante vários meses, era ele que abria a programação diária da Gazeta, permanecendo por quatro horas no ar.

Quando seu programa acabou nas tardes da TV Gazeta, no início da década de 80, Clarice Amaral foi abandonando a carreira aos poucos, mas deixou na história da televisão brasileira a marca de ter sido uma das precursoras dos programas diários femininos e uma campeã de audiência em uma emissora menor e que não tinha condições de brigar pela audiência da mesma forma que suas concorrentes.

Clarice Amaral também teve outra proeza na televisão brasileira: o seu foi um dos primeiros programas diários a ser transmitido totalmente a cores, em 1972. E estava presente em várias  propagandas dessa época que ressaltavam que o consumidor precisava adquirir uma TV colorida para sua mulher poder assistir ao “Clarice Amaral em Desfile”, o programa preferido das mulheres paulistanas.

Clarice com Ione Borges no "Clarice Amaral em Desfile"

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Na próxima semana: Uma história engraçada de Marcos Rey para o horário das 18h30 da Tupi.

Comentários
Programa Compartilha Brasil