Cultura - Arquitetura

Transformação em residência de 34m² amplia e sofistica ambientes

14 de Fevereiro de 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A arquiteta Cristiane Bergesch, que soma mais de uma década de atuação, inclusive no exterior, foi a responsável por uma reforma desafiadora numa residência de 34m², com dois pavimentos, localizada na zona sul de São Paulo. As alterações no layout da estrutura original do projeto, para aplicar soluções de ampliação, de modo a atribuir também boa condição de ventilação e iluminação, resultaram numa metragem final de 46m².

Um dos desafios era a ausência de espaço para a ambientação dos móveis, já que a prioridade era a circulação. Para isso, Cristiane criou o design de todo mobiliário, pois eram necessárias medidas específicas para cada um dos cômodos. Além disso, os tons claros e neutros reforçam a impressão de ambientes com dimensões maiores.

Segundo ela, outra dificuldade era a falta de espaço para as salas de estar e jantar. Isso porque o local que era destinado à sala de estar apresentava diversos acessos de circulação, o que lhe impedia criar a sala de jantar. A porta da entrada principal agravava a situação, pois requeria metade do local para abrir. Por isso, houve a substituição por uma esquadria de correr, que ampliou a área original da edificação e uniu a área externa à residência através da criação de uma cobertura de vidro com estrutura metálica, que garantiu ainda uma iluminação natural, inclusive para o interior da sala de estar.

Os proprietários, formados por um casal jovem, queriam, além de uma casa confortável e prática, um ambiente para o recebimento de amigos e familiares.  A área externa, agora incorporada ao projeto, possibilitou contemplar espaços para churrasqueira e jantar.

A cozinha, localizada ao lado da sala de TV, ficou compacta, mas não deixou de abrigar todos os itens necessários. O fogão escolhido, por exemplo, foi um cooktop. A porta de correr foi feita em vidro especial que proporciona um efeito espelhado, impedindo a visualização da área interna da cozinha, quando ausentada de luz.

O dormitório e o banheiro localizam-se na parte superior. O banheiro não possuía janela, e junto à porta de acesso existia um espaço com troca de ar, mas mal utilizado. Desta forma, a primeira medida foi incorporar esta área ao ambiente original do banheiro. Esta decisão tornou-o maior e atribuiu-lhe ventilação, pois possibilitou a abertura de uma janela maxim-ar.

Com relação ao dormitório, também de área reduzida, acomodou uma cama queen, e adotou a estratégia de uso de espelhos na porta do guarda-roupa como maneira de ampliar o ambiente.

Além das alterações nas estruturas, Cristiane projetou um sistema de áudio por tubulação, com caixas de som embutidas nos forros em todos os ambientes e sistema operacional no pavimento inferior. O projeto luminotécnico caracteriza-se por uma iluminação cênica, pois as luminárias embutidas, e a sanca, têm acionamento independente. Isso possibilita efeitos de acordo com diferentes momentos, podendo criar uma atmosfera mais intimista, formal ou funcional, por exemplo.

SOBRE CRISTIANE BERGESCH

Formada em Arquitetura e Urbanismo pela PUC Porto Alegre, e pós-graduada em Design de Interiores pela FAAP São Paulo, Cristiane Bergesch soma mais de dez anos de atuação no mercado, inclusive exterior. Trabalhou com projetos de arquitetura na Alemanha, num escritório chamado CHP e, posteriormente, em outro da mesma rede na França, o CTE. Em Milão, foi aceita pela Politecnico di Milano, onde cursou algumas disciplinas com intuito de obter a equivalência de diploma brasileiro para o italiano, e como consequência, poder assinar projetos em vários países da Europa. No país, também colaborou com o escritório SPI (Società Progettazioni Integrali), trabalhando em projetos de grifes do mercado de luxo, como Louis Vuitton, Versaci, Ralph Lauren e Fendi. Ao retornar para o Brasil, exerceu atividade em empresas de construção e engenharia no estado do Rio Grande do Sul. Há quatro anos, mantém escritório próprio em São Paulo, com foco na área de projetos, gerenciamento e execução de obras de arquitetura e interiores. Atualmente, voltou a colaborar com a SPI, tornando-se a representante brasileira da empresa.

Comentários
Programa Compartilha Brasil