Quarta-Feira | 16 de Outubro de 2013 | 10h16

Sobrancelha: Nova técnica simula trama natural dos pelos; Deixa a expressão mais jovial e definida

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobrancelhas ralas ou com falhas não são raras entre homens e mulheres. O problema, que normalmente tem causa genética, também pode ser uma das consequências do abuso da pinça ou de métodos de depilação. Tirar demais os pelos gera um crescimento irregular e fraco. Nestes casos, a renovação pode acontecer naturalmente após uma pausa - um período significativo sem qualquer tipo de depilação. No entanto, pessoas mais velhas têm mais dificuldade para alcançar resultados, por isso, são recomendados tratamentos complementares, como a micropigmentação. 

Foi pensando nisso que a empresária e micropigmentadora Vanessa Silveira aperfeiçoou a técnica da micropigmentação e chegou ao método fio a fio 3D realista, que imita os “pelinhos” e é tão natural que se torna difícil para a própria cliente distinguir qual é ?o pelo dos fios criados pela maquiagem  São desenhados fios finíssimos em tamanhos, cores e formas seguindo a linha natural da cliente criando um efeito tridimensional. 

“A técnica 3D realista é a mais moderna existente e faz com que fio pareça estar fora da pele, transmitindo ainda mais ?naturalidade às sobrancelhas. Antigamente era feita mulheres que não tinham quase fios, hoje é muito procurada ?também por mulheres que querem modificar o desenho através ?da técnica do visagismo”, garante a diretora do Instituto Vanessa Silveira.

A técnica tem conquistado as famosas, entre elas a renomada arquiteta paulistana Brunete Fraccaroli. A ex-'Mulheres Ricas' é uma das clientes do Instituto Vanessa Silveira e aprovou os benefícios da micropigmentação fio a fio 3D realista. “Adorei, pois além do novo formato, ela cobriu algumas falhas que havia”, comemora Brunete. 

Aparência mais jovial, definida e expressiva
Nos casos principalmente de falhas graves, a técnica de micropigmentação fio a fio 3D realista permite desenhar a sobrancelha, corrigindo as áreas ralas, realinhando o desenho e valorizando o formato da sobrancelha com o formato do rosto. Nessa técnica, a profissional preenche e redesenha a sobrancelha da cliente no tom adequado e igual ao tom natural dos pelos para que se tenha a sensação de naturalidade.  


“A micropigmentação fio a fio 3D realista é indicada para a maioria dos casos, mas principalmente para quem sofre com a queda dos pelos nessa região. Ela cria um sombreado no fundo dos pelos já existentes ou cria uma sobrancelha para quem não tem pelo algum dando uma aparência mais suave ao olhar”, explica a micropigmentadora. 

Além de sobrancelhas ralas e falhadas, a técnica de micropigmentação 3D realista também é indicada para: um novo desenho e formato de sobrancelha, ou valorização do traço atual; disfarçar sobrancelhas com falhas graves de forma discreta, levantar o olhar; e corrigir sobrancelhas assimétricas e tudo que possa valorizar o olhar da cliente. “O desenho feito imita os pelos da mesma espessura e cor dos existentes o que proporciona uma aparência extremamente natural, diferente das técnicas antigas”, afirma a micropigmentadora.

O procedimento é feito por meio de um aparelho em forma de caneta que faz pequenos furinhos na pele, sendo aplicados pigmentos na região subcutânea, ou seja, entre a primeira e a segunda camada da pele. “As imperfeições são corrigidas fio a fio, com a finalidade de proporcionar naturalidade”, acrescenta Vanessa.

A micropigmentação leva em torno duas horas. Antes de iniciar o processo, uma pomada anestésica é aplicada e, em seguida, a sobrancelha começa a ser pigmentada. Ela deve ser retocada, em média, a cada dois anos para manter a tonalidade, pois com o tempo os pigmentos podem clarear ou mudar de cor. Vanessa alerta, inclusive, para que o cliente tenha cuidado com o local escolhido para realizar o procedimento. “O design da sobrancelha é fundamental para a harmonia do rosto, mas muitas pessoas não se preocupam com este detalhe antes do procedimento e depois vem o arrependimento. Por isso um profissional especializado é extremamente recomendado e indispensável para um resultado sem surpresas desagradáveis”, alerta a micropigmentadora.

Depois da primeira aplicação a cor precisa ser retocada. Porém, é preciso obedecer ao tempo de retoque que é de 30 dias, no mínimo. Neste tempo a pele irá cicatrizar, soltará uma casquinha e só depois disso a pessoa pode ser submetida a um novo procedimento. O resultado pode ser notado em quatro dias e deixa a aparência mais jovial, definida e expressiva.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.