Colaboradores - Tânia Voss

Ciro Barcelos conta com exclusividade tudo sobre a história do espetáculo Dzi Bando

3 de Setembro de 2018

Dzi Bando, novo espetáculo que traz a marca DZI, trata-se de um show cênico composto por banda musical formada por cinco músicos que revezam-se em vários instrumentos, além de cantar, dançar e representar. A eles soma-se Ciro Barcelos contando a sua experiência vivida no grupo desde os seus dezoito anos de idade.

Na bagagem dessa história, figuram artistas como Lennie Dale, Elis Regina, Gal Costa, Caetano Veloso, com os quais Ciro conviveu. Além dos casamentos celebres como o bailarino russo Rudolf Nureyev, Lennie Dale, a Top Model alemã Christiana Stendtenn, considerada a Gisele Bunchen dos anos 70. O inabalável sucesso de um artista combatente, aplaudido por ícones internacionais como Mick Jagguer, Liza Minneli e David Bowie.

Mais um trabalho de forte apelo histórico e cultural.

O repertório musical compõe ritmos diversos que vão do Rock and Roll ao samba, passando pelo chorinho, Bossa Jazz, e inovando com levadas autorais como o Cyber Funk e o Afro Punk.

Tudo resulta num show musical encenado, em que seus integrantes cantam e dançam para contar uma das histórias mais marcantes da cultura artística brasileira, e porquê não assim dizer mundial. No cardápio, pontuais participações especiais como vem acontecendo desde o inicio do grupo nos idos anos setenta.

Entre tantos amigos e admiradores, passaram pelo palco Dzi; Gal Costa, Simone, Ney Matogrosso, Liza Minnélli, Filipe Catto, a soprano Laura de Souza, Carmem Talegona , estrela internacional de Flamenco, entre outros.

Convidado para celebrar os quarenta e cinco anos do Teatro Augusta, Ciro Barcelos subirá ao palco da Sala Paulo Goulart comemorando também os quarenta e cinco anos de Dzi Croquettes, e os seus cinquenta de carreira. Sim, este é o mais recente projeto de Ciro Barcelos, integrante do grupo original, responsável pela nova montagem que estreou em 2012 no Rio de janeiro, com elenco de jovens atores, conquistando grande sucesso por todo o país. DZI Bando estreia 08 de setembro a 28 de outubro, no teatro Augusta, SP.

Conheça todos os detalhes e história em entrevista exclusiva com Ciro Barcelos:

"Tenho um grande carinho pelo Teatro Augusta, pois fizemos um grande sucesso o ano passado na temporada do Dzi Croquettes. Teatro que fez história em São Paulo desde quando era o Auditório Augusta nos anos 70. Me sinto honrado.", diz Ciro.

- 50 anos de Carreira

"Coincidentemente festejarei também os 45 anos do Dzi e os meus 50 anos de carreira. Para isso escrevi um roteiro que encenado em formato de show musical, conta um pouco da minha trajetória artística e o encontro com o Dzi desde o início. O Dzi foi um divisor de águas no teatro e no show business brasileiro, embora ainda pouco reconhecido pois nunca fez parte da cultura de massa, se manteve sempre fiel ao seu espirito underground. Mesmo assim fomos ovacionados por plateias internacionais e celebridades como Mick Jagger, David Bowie, Liza Minélli, os maiores cineastas do mundo, astros de cinema como Omar Sharif, Jeane Maureau, Alain Delon, Catherine Deneuve. Sem falar nos grandes estilistas franceses, estrelas do balé etc. Na história artística cultural do Brasil de sucesso no exterior a esse nível, estamos entre os poucos que conseguiram tamanho reconhecimento. Talvez nós, Sonia Braga e Carmem Miranda.", comenta ele.

 - Criador do DZI

"Dzi Bando vem cheio de novidades, a começar pelo formato mais show e menos teatro musical, venho acompanhado por uma banda formada por cinco jovens músicos excelentes, os quais treinei para dançar, cantar e atuar comigo. Juntos contamos as máximas de Ciro Barcelos desde a sua fuga de casa aos dezessete anos no R.Grande do Sul para integrar o elenco do musical Hair, até seu encontro amoroso com Lennie Dale que resultou em Dzi Croquettes. O início, o grande sucesso e o exílio do Brasil na ditadura militar. Um pouco da historia que ainda não foi contada.", explica.

- Novidades

"Conviver com meus ídolos como Gal Costa, Caetano Veloso, Jorge Mautner, Gil, e tantos outros da MPB, foi uma consequência natural do sucesso Dzi, pois eles eram nossos fãs também, iam várias vezes ver o espetáculo e assim nos tornamos amigos, eu particularmente mais que os outros porque  cheguei a morar com Gal em sua casa na Barra da Tijuca e temos uma amizade muito linda. Amo Gal.", comenta.

- Importância do teatro na vida das pessoas

 "Ciro Barcelos está vivendo hoje em São Paulo muito feliz porquê essa cidade é o máximo e ainda sobrevive culturalmente nesses tempos de igrejas tomando os espaços dos teatros e aridez cultural no País. Toco o Estúdio Arte-se, um ateliêr artístico de oficinas e montagens teatrais e de dança que inaugurei na rua Augusta há dois anos, e do qual já saíram três montagens; ÁTMA, VÁ SE BENZER TABLARTE-SE, e em dezembro estrearemos TROPUCALISTAS.

Projeto de um longa metragem com o Bruno Gissoni que conta a história do Dzi em ficção, uma série também sobre o Dzi, e um balé sobre a obra e trajetória de Maria Bethânia. Continuo jurado na Dança dos famosos e aos 65 anos sinto-me em plena forma.

Comentários
Programa Compartilha Brasil