Viver - Saúde

O que é lente de contato dental?

31 de Agosto de 2018

José Renato, Formado em Odontologia pela Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES)
Especialista em Dentística Restauradora pela Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES)
Pós graduado em Odontologia Intensiva em UTI (IBROI) Instituto Brasileiro de Odontologia e SOBRATI (Sociedade Brasileira de Terapia Intensiva)
Pós graduado em Odontologia Desportiva (USP), esclarece todas as dúvidas sobre as lentes de contato em entrevista:
 
 
O que são as lentes de contato dental? 

Laminados cerâmicos (lentes de contato dental) são restaurações indiretas extremamente finas indicadas para dentes com alteração de cor, alterações morfológicas como dentes conóides, microdontia e alteração de posição (diastemas), podem ser feitas pela forma convencional que é moldando a boca do paciente com aquela “massinha”, um silicone, esse molde vai para o laboratório e no laboratório o protético confecciona as lentes usando um molde de gesso da boca do paciente como referência, e agora temos uma forma mais atual, que particularmente é a que eu uso no meu consultório junto com o laboratório que trabalho, que é confeccionar as lentes digitalmente, após preparar os dentes ao invés de moldar a boca do paciente com aquela “massinha incômoda” utilizo um scanner intraoral que através de uma ponteira colocada na boca, transfere para o computador toda a forma da boca digitalmente em 3D, eu envio esse molde digital para o laboratório que confecciona as lentes no computador e finaliza o processo com a impressão das lentes em uma maquina fresadora, tornando o processo muito mais preciso, diminuindo muito a possibilidade de erro na confecção da peça.
 
Qualquer pessoa pode realizar esse procedimento?


Qualquer tratamento odontológico exige uma avaliação clínica prévia, mas de uma forma geral, para execução desse procedimento o paciente necessita ter uma boa higiene oral com gengivas e dentes saudáveis, e maior de 18 anos.
Tive um caso de uma paciente prestes a completar 15 anos de idade, após finalizar o tratamento ortodôntico, necessitaria de um tratamento restaurador estético por conta dos seus dentes pequenos e a mãe queria que fossem feitas lentes de contato por ser algo “mais definitivo”, após muita conversa e explicações eu e meu sócio Dr. Marcelo Quaccio, ortodontista responsável pelo caso, conseguimos reverter para facetas diretas em resina composta, em pacientes mais jovens e pós tratamento ortodôntico, o ideal é optar por tratamentos mais conservadores como as facetas em resina composta, que tem sido uma boa opção pelo custo mais baixo e pela fácil reparação da área danificada caso isso venha a ocorrer, o que não acontece com as lentes, pois caso alguma área trinque ou frature a reparação é feita com a remoção da peça e confecção de outra nova.
Se mesmo assim um paciente pós ortodôntico quiser colocar as lentes logo após, recomendamos o uso de placas miorrelaxantes para maior proteção das peças contra eventuais danos nessa fase inicial de adaptação pós ortodontia.
Outro ponto importante que converso muito com o paciente antes de iniciar o tratamento para lentes de contato dental é que ele esteja certo que é isso mesmo que ele deseja fazer, pois após colocar as lentes, ele entrará em um ciclo restaurador irreversível, ou seja, não tem como regredir caso mude de ideia futuramente, aqueles dentes que foram desgastados para colocar as lentes, não tem como voltar a ser como eram antes do inicio do tratamento.
 
Quais os cuidado após o procedimento?

Não necessita nenhum cuidado em especial, somente manter uma boa higiene oral e consultas periódicas ao Dentista para controle, paciente também não terá nenhuma restrição alimentar, poderá morder maçã, comer pipoca e qualquer outro alimento com consistência mais firme como era antes do tratamento. 
 
 
Existe diferença entre as lentes de contato e a as facetas de porcelana? 

A diferença é a espessura da peça de porcelana, lentes de contato dental são muito finas variam entre 0,2mm/ 0,5mm; facetas são peças um pouco mais espessas, variando de 0,5mm até 1,5mm em casos que se necessita muito desgaste, geralmente por conta de uma alteração severa de cor do dente a ser preparado.
 
Há um tempo de duração nos dentes, tem manutenção ?
Sempre vou a grandes congressos, e longevidade clínica dos procedimentos é algo que tem se falado muito ultimamente na odontologia como um todo, principalmente em congressos e cursos, e o que posso dizer é que a longevidade do tratamento depende de 3 grandes fatores: o profissional, a qualidade dos materiais usados e o mais importante e o que nós profissionais temos menos controle, o paciente!
Mas por que o paciente? Porque a partir do momento que o paciente sai do meu consultório, eu não tenho controle sob o que ele faz, então fica difícil precisar, não só para lentes de contato, mas para qualquer procedimento em geral, quanto tempo dura um tratamento na boca, mas em geral, o profissional tendo uma boa técnica, trabalhando com materiais de excelente qualidade e o paciente mantendo uma boa higiene oral com escovação, uso de fio dental e consultas periódicas ao consultório do seu Dentista para controle (em média a cada 6 meses) na literatura temos relatos de casos com mais de 15 anos de durabilidade.  
 
 Font:
Endereço: Rua Goiás, 225 cj 52 – Santos/ SP (MQ Odontologia)
Redes sociais: facebook: Dr. Renato Tapia
Instagram: @drrenatotapia
 Telefone (13) 3284-1080 e (13) 98139-4853
E-mai: renatotapiaconsul@gmail.com

Comentários
Programa Compartilha Brasil