Colaboradores - Lica Gimenes

Ribeirão Preto (SP) desponta como ecossistema de startups

7 de Agosto de 2018

Ribeirão Preto começa a se destacar como um ecossistema de startups de sucesso. A cidade, já reconhecida como um centro de bons negócios em diversos setores, abriga um vetor de desenvolvimento tecnológico, o Supera Parque de Inovação e Tecnologia, onde está sediada a aceleradora Sevna, e tem empreendedores dispostos a inovar e prosperar.

Para ser bem-sucedido, um ecossistema de startups necessita de um lugar fértil para habitar, ou seja, um local que ofereça qualidade de vida, profissionais qualificados, acesso à informação, clientes, oportunidades de crescimento, investidores e empreendedores. Segundo pesquisa do Instituto Endeavor de 2017, Ribeirão Preto é a 14ª melhor cidade do Brasil para empreender, ficando à frente de capitais como Porto Alegre e Brasília.

“Ribeirão Preto já desponta como um excelente ecossistema de empreendedorismo inovador para os padrões brasileiros. Temos diversas empresas e investidores privados que acreditam no sucesso das startups locais. Aqui, já existe um universo de uma centena de startups que gravita em torno do premiado Supera Parque de Tecnologia e Inovação. O Parque e a aceleradora são recursos fundamentais para fomentar a atividade empreendedora”, afirma João Paulo Geroldo, CEO do Sevna Startups.

Com uma área de 378 mil m2 sendo aproximadamente 150 mil m2 destinados à instalação de empresas, o Supera Parque está sediado dentro do campus da USP e integra outras universidades, institutos de pesquisas, startups e empresas de base tecnológica através da troca de conhecimento e tecnologias. Dentre as vantagens de se instalar no Supera estão a proximidade com universidades, laboratórios à disposição, maior networking, serviços, suporte mercadológico, entre outas.

Equipe da fintech Sellead, acelerada pelo Sevna Startups. 
 

“Se você é empreendedor, investidor ou entusiasta de inovação e tecnologia, existem ótimas oportunidades em Ribeirão. Aqui, inclusive, tem o Mover, um grupo de pessoas dispostas a promover o empreendedorismo da cidade e região”, avalia o CEO do Sevna.

A aceleradora Sevna iniciou sua operação em 2015, promoveu quatro ciclos de aceleração completos, está com o quinto ciclo em andamento e inscrições para o sexto ciclo abertas até o dia 29 deste mês. O Sevna reúne atualmente um portfólio de 20 startups, cujo valor está estimado em R$ 30 milhões.

“Todas essas empresas aceleradas no Sevna estão hoje mais preparadas para competir no mercado e ganhar escala. O sucesso delas é o nosso sucesso. E, agora, como a primeira aceleradora brasileira a fazer parte da Rede Global de Aceleradores, GAN (Global Accelerator Network), poderemos oferecer às nossas startups o acesso ao capital humano e financeiro de que precisam para competir globalmente”, ressalta João.

Um exemplo de sucesso das startups aceleradas pelo Sevna é a fintech Sellead. Presente em 40 países, a empresa é especializada em gestão e meios de pagamento de intercâmbio e é a primeira plataforma de remessa internacional B2B para pagamento de cursos no exterior, totalmente online. A Pontue, aplicativo de ensino de redação a distância, e o Alfred Delivery, startup de compra online, são outros dentre os diversos destaques do Sevna.

 

Comentários
Programa Compartilha Brasil