Colaboradores - Lica Gimenes

Porque não fazer bioplastia ou PMMA?

6 de Agosto de 2018

Por Dr. Raul Gonzalez * 

Bioplastia ou preenchimentos com PMMA são a mesma coisa. PMMA é polimetilmetacrilato é um polímero que pode ser injetado no corpo humano em pequenas quantidades sem grandes complicações, em algumas áreas do corpo. Entretanto, existem vários fatores que devem ser levados em conta e que desabonam esse procedimento, basta citar alguns deles:

 

1- É um procedimento não aprovado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica ;

2- A vigilância sanitária liberou esse produto somente para ser usado em maiores quantidades em soro positivos e não em procedimentos estéticos

3- O nível de complicações não é conhecido, mas é seguramente altíssimo

4- Complicação como morte tem um número desconhecido ate o momento

5- Muitas das complicações não tem solução como fibroses, calcificações, infecções crônicas que podem acompanhar o paciente pelo resto da vida como um casamento sem divórcio

6- Existem no Brasil milhares de pacientes convivendo com essas complicações e que tem vergonha de mostrar seu corpo ou mesmo comentar sobre o assunto para evitar maior sofrimento

 

Por todos os motivos expostos acima é que a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica tomou a decisão de proibir em seus congressos há mais de 15 anos qualquer tipo de apresentação de trabalho “científico”, tentando dar algum tipo de conotação científica a esses produtos pois é por demais sabido as complicações que acompanham esse procedimento.

Portanto, pense duas vezes antes de cair nessa história.

Você pode ser a próxima vítima do Dr. Bumbum.

Dr. Raul Gonzalez
 

(*) Dr. Raul Gonzalez, autor do Livro Gluteoplastia passo a passo da Cirurgia do Contorno Posterior, é formado em medicina pela Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde fez residência em cirurgia geral. Especializou-se em cirurgia plástica junto à equipe do Dr. Roger Mouly, em Paris, e posteriormente junto ao Instituto Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro.

Em 1984, mudou-se para Ribeirão Preto, onde estabeleceu a Clínica Raul Gonzalez, hoje um hospital de pequeno porte. Dedica-se à prática e pesquisa da cirurgia plástica e reconstrutora por meio de constante atualização e estudo, frequentando e lecionando em congressos no Brasil e no mundo.

É membro efetivo de cinco sociedades internacionais de cirurgia plástica, incluindo a American Society of Aesthetic Plastic Surgery (EUA) e Societé Française de Chirurgie Plastique (França) e membro honorário de outras três sociedades.

Comentários
Programa Compartilha Brasil