Cultura - Música

A barca comemora 20 anos com dois shows: Tempo de Reza e Tempo de Festa

30 de Julho de 2018

Reconhecido por seu trabalho na divulgação da cultura popular brasileira, o grupo A BARCA comemora 20 anos de carreira em dois shows complementares no Teatro Paulo Autran no SESC PINHEIROS, dia 3 de agosto, sexta, às 21h, tem Tempo de Reza, e dia 4 de agosto, sábado, às 21 horas, é a vez de Tempo de Festa.

Foto: Thais Taverna

Na sexta, a noite tem a participação da banda paulistana Metá Metá e das Caixeiras do Divino, do Maranhão. No repertório, rezas musicadas das tradições populares brasileiras em que o sagrado e profano se misturam. Já no sábado, o show traz como convidados a cirandeira de Pernambuco Lia de Itamaracá e o Reisado dos Irmãos, de Juazeiro do Norte, Ceará. O programa percorre as festas populares brasileiras, com ritmos como coco, carimbó, samba e toadas de boi.

O grupo é formado atualmente por Andre Magalhães (percussão), Ari Colares (percussão), Chico Saraiva (violão), Laeticia Madsen (voz), Lincoln Antonio (piano e pífano), Marcelo Pretto (voz) e Renata Amaral (baixo).

Tempo de Reza

Na religiosidade popular brasileira, a reza é feita com música – cantos, ladainhas, tambores,

cortejos e danças. No espetáculo Tempo de Reza, A Barca apresenta um repertório de melodias do catimbó nordestino recolhidas por Mário de Andrade, doutrinas do tambor de mina e toadas do boi maranhense pontos de candomblé, toadas do congado mineiro e outras rezas em forma de música e dança. Todas estas rezas musicadas são de tradições populares brasileiras nas quais o sagrado e o profano se misturam, formando parte de um mesmo mundo devocional.

Tempo de Festa

Nas culturas populares brasileiras a festa e a reza se alternam como partes de um mesmo evento, já que a religiosidade popular também se manifesta no corpo que canta e dança. Por isso, complementar ao espetáculo Tempo de Reza, A Barca apresenta o show Tempo de Festa. Fazendo um recorrido musical pelas festas populares brasileiras, o grupo apresenta um repertório repleto de cocos, carimbós, sambas, toadas de boi e pontos de jongo.

 

Comentários
Programa Compartilha Brasil