Notícias - Motor

Estudo da Bosch aponta forte ascensão de sistemas de assistência ao condutor

26 de Julho de 2018

Estudo realizado pela Bosch com base em estatísticas de vendas de carros novos em 2016 mostrou que muitas pessoas que adquiriram veículos na Alemanha e na Europa estavam interessadas em algum tipo de sistemas de assistência ao condutor. “Há uma tendência clara: logo será tão comum adquirir um carro com sistemas de assistência ao condutor, como atualmente ocorre com o rádio e o ESP”, afirma o membro do conselho de administração do grupo Bosch mundial, Dr. Dirk Hoheisel.

De acordo com a pesquisa, sistemas como assistência de estacionamento e troca de faixa, bem como frenagem automática de emergência estão se tornando cada vez mais populares. Os dados mostram que cerca de 62% dos novos carros licenciados em 2016 na Alemanha contavam com algum tipo de sistema de assistência de estacionamento – que vão desde sensores sonoros até o sistema de estacionamento autônomo.

Em segundo lugar na escala de popularidade vem o sistema de frenagem automática de emergência, que avisa o motorista ou, caso o mesmo não responda, executa de forma autônoma a frenagem de emergência. Um a cada três carros novos licenciados em 2016 (38%) tinham o dispositivo que ajuda o motorista a evitar esses tipos de acidentes. Além disso, o sistema de frenagem automática de emergência já é item de série em mais de um quarto destes veículos.

Já em terceiro lugar está o detector de sonolência do motorista – presente em 37% de todos os carros licenciados em 2016. No entanto, o maior índice de crescimento foi registrado com os sistemas de assistência em faixa – quase o dobro quando comparado a anos anteriores. Outro avanço interessante foi em relação ao piloto automático adaptivo (ACC) que, em 2013, estava presente em apenas 4% dos carros licenciados na Alemanha, mas em 2016 a tecnologia já estava presente em 19% (um em cada cinco novos veículos). 

Sistemas se tornam itens de série

Assistentes de estacionamento, frenagem automática de emergência e assistente de permanência em faixa também são os sistemas mais populares no Reino Unido, Países Baixos, Bélgica e França respectivamente. O estudo mostra que os sistemas de estacionamento são mais difundidos na França do que na Alemanha: 67% dos veículos licenciados em 2016 contavam com a tecnologia na hora de estacionar, além do sistema ser item de série na grande maioria dos veículos do país – a França possui a maior proporção, com 63%, enquanto na Alemanha esse número chega a 42%. Já na Bélgica e nos Países Baixos, 29% dos novos veículos possuem o sistema de frenagem automática de emergência.

O estudo mostrou que na Itália e Rússia há ainda espaço para crescer. Cerca de 18% dos veículos licenciados na Itália em 2016 possuíam o sistema de assistência em faixa, enquanto na Rússia a taxa inicial de instalação é de 6%. Além dele, o sistema de frenagem automática de emergência também alcançou um índice de 6% em novos veículos licenciados no mesmo período.

Com isso, os sistemas de assistência ao condutor são um passo importante para a conquista de uma mobilidade livre de estresse e acidentes. Dados apontam que apenas na Alemanha, cerca de 72% das colisões traseiras poderiam ser evitadas se todos os automóveis fossem equipados com o dispositivo de frenagem de emergência. Segundo pesquisas conduzidas pela Bosch, o sistema de permanência na faixa de rolagem pode prevenir até 28% dos acidentes causados por motoristas que mudam de faixa acidentalmente.

Comentários
Programa Compartilha Brasil