Colaboradores - Lica Gimenes

O Brasil o País do Futebol? Ou do Bumbum?

6 de Junho de 2018

Em era de copa do mundo, um dos assuntos mais comentado hoje é o "Bumbum", sim amigos, de política ao futebol, o que ganha notoriedade são as nádegas, basta ouvir as músicas que se candidatam a "hit do hexa", nada contra, mesmo porque temos que nos orgulhar mesmo!

Gracyane Barbosa em ensaio fotográfico para Samuel Melim

 

O Brasil ganhou notoriedade internacional pela primeira vez em 1954 com o concurso de beleza Miss Universo. Martha Rocha, a Miss Brasil da época, perdeu o título de Miss Universo por ter quadris duas polegadas maiores do que o concurso permitia, de lá pra cá tivemos Gretchen, Rita Cadillac, Tchan e por ai vai....

E o desejo pelo Bumbum perfeito só cresceu e atingiu patamares de exportação, em recente congresso americano de cirurgia estética em Nova Iorque, o painel mais frequentado pelos congressistas foi o painel que falava sobre Brazilian Buttocks Lifting, do qual o nosso grande mestre em Cirurgia Plástica Dr Raul Gonzalez participou e pôde ministrar um pouco de seu conhecimento e foi aclamado pelos colegas.

Más o que é o BBL - Brazilian Buttocks Lifting?

Brazilian Buttocks Lifting é a grande novidade no momento na cirurgia plástica Americana.

Brazilian Buttocks Lifting para o cirurgião americano é nada mais nada menos do que aquilo que para os cirurgiões brasileiros chamamos de lipoescultura.  

Eles o chamam de BBL (Brazilian Buttocks Lifting) porque foram os cirurgiões brasileiros os primeiros a falarem nos congressos americanos a possibilidade de modelar a nádega usando a gordura de outras partes do corpo. “A gordura retirada do culote e colocada na parte alta da nádega ou na depressão lateral, chamada depressão trocanterica, confere ao bumbum um aspecto de “levantado”, ou seja, produz um “efeito lifting” que pode ser considerado um verdadeiro lifting quando se olha uma mulher por trás ou em ¾ de perfil.” Explica Dr Raul

Esse resultado é muito interessante e muito efetivo.” Dai o sucesso dessa operação nos EUA, ou seja, aquilo que muito lentamente foi introduzido no Brasil desde 1986, quando os primeiros artigos publicados sobre o assunto vieram a tona, nos EUA somente nos últimos anos isso caiu como uma verdadeira bomba.” Afirma o Cirurgião.

 “Foi então o procedimento estético que mais cresceu!

 Cresceu numa velocidade de 500% no ano passado. Ou seja, nenhum outro procedimento teve um crescimento tão veloz quando o famoso BBL.” Finaliza Raul Gonzalez

Dr Raul Gonzalez, autor do Livro Gluteoplastia passo a passo da Cirurgia do Contorno Posterior, é formado em medicina pela Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, onde fez residência em cirurgia geral. Especializou-se em cirurgia plástica junto à equipe do Dr. Roger Mouly, em Paris, e posteriormente junto ao Instituto Ivo Pitanguy, no Rio de Janeiro.

Em 1984, mudou-se para Ribeirão Preto, onde estabeleceu a Clínica Raul Gonzalez, hoje um hospital de pequeno porte. Dedica-se à prática e pesquisa da cirurgia plástica e reconstrutora por meio de constante atualização e estudo, frequentando e lecionando em congressos no Brasil e no mundo.

É membro efetivo de cinco sociedades internacionais de cirurgia plástica, incluindo a American Society of Aesthetic Plastic Surgery (EUA) e Societé Française de Chirurgie Plastique (França) e membro honorário de outras três sociedades.

 

Comentários
Programa Compartilha Brasil