Viver - Saúde

Hipnoterapia no auxílio da obesidade.

4 de Junho de 2018

Você sabe o que é Hipnoterapia?

A palavra “hipno-terapia”  é uma combinação de duas palavras. Hipnose e Terapia. Ela é uma terapia complementar que explora o poder da hipnose.

Mas, o que é exatamente a hipnose? Hipnose é uma técnica que instala sugestões positivas em sua mente inconsciente. Com as sugestões corretas, é possível alterar:

  • A maneira como você pensa;
  • A maneira como você se sente;
  • A maneira como você se comporta.

É por isso que a hipnoterapia é uma ferramenta tão eficaz para promover mudanças na prática clínica. Porque se você pode mudar seus pensamentos, seus sentimentos e seu comportamento – você pode mover montanhas. Você pode superar qualquer obstáculo. Você pode resolver coisas que antes pareciam impossíveis.

A Dra. Cíntia Faria, de Goiás/Goiânia, possui mais de 19 cursos na área de hipnose e conta que trata de pacientes que procuram equilibrio de emoçoes, estresse e principalmente para controle do peso e obesidade.

"O balão hipnótico é um exemplo importante do método de tratamento contra obesidade, através das sessões o paciente além de ser acompanhado, vai evoluindo nos métodos para administrar da forma mais eficaz seu objetivo."

Além disso, quando usado por um profissional certificado, a hipnoterapia pode ajudar em todas as situações a seguir:

  • Vícios
  • Parto
  • Obsessões
  • Compulsões
  • Controle de raiva
  • Depressão
  • Distúrbios alimentares
  • Construção de confiança
  • Aumento da auto-estima
  • Alívio da Ansiedade
  • Síndrome do cólon irritável (ou síndrome do intestino irritável)
  • Transtorno do estresse pós-traumático (TEPT)
  • Medos e Fobias
  • O manejo da dor
  • Questões sexuais
  • Relaxamento
  • Gagueira
  • Problemas de sono
  • Redução do estresse
  • Perda de peso

"Na busca pelo equilíbrio da mente e do corpo essa terapia vem auxiliando diversos pacientes que já tentaram outros tratamentos sem sucesso ou que se mostraram ineficazes." Conclui a Dra. Cíntia (@cintiaraianefaria)

Comentários
Programa Compartilha Brasil