Cultura - Educação

Álbum da Copa estimula o ensino da Matemática

28 de Maio de 2018
Divulgação

Mesmo vivendo em uma era totalmente digital, os álbuns de figurinhas da Copa continuam conquistando crianças, adolescentes e até adultos. Nas escolas, a "febre" dos álbuns pode ser percebida facilmente no intervalo das aulas: são inúmeros os grupos que se reúnem para trocar figurinhas. E justamente por esse interesse dos alunos pelo tema é que os professores perceberam uma oportunidade de trabalhar conceitos de Matemática de uma forma lúdica e estimulante.

"Segundo pesquisadores da Didática da Matemática, contar e analisar escritas numéricas são processos mais significativos quando ocorrem em situações reais. Por isso estamos sempre em busca de atividades que integrem a disciplina a algo cotidiano, o que faz com que os alunos assimilem os conceitos e os compreendam de forma mais rápida, eficiente e, principalmente, prazerosa", afirma Léia Costa, coordenadora pedagógica das escolas bilíngues Pueri Domus – unidade Itaim.

Os conceitos trabalhados são definidos de acordo com a idade dos alunos, mas vão desde a leitura dos numerais até ordenação natural e equações que consideram quantos pacotinhos receberam, o quanto isso representa em figurinhas, quantas estão repetidas, quantas foram coladas, quantas sobraram. "Os alunos também têm contato com a tabela numérica percebendo suas regularidades e seus "nós" e, dessa forma, navegam por vários eixos da matemática de forma leve e divertida", afirma Léia.

Como as aulas são ministradas em inglês, os alunos também trabalham o repertório no idioma para experiência essas atividades. E, nas aulas ministradas em português, aprendem a ordenar, sequenciar e ler os algarismos, além de toda a escrita numérica. "Tem sido uma experiência muito rica, pois as crianças trazem para a escola uma vivência cotidiana real, e isso faz sentido para eles, além de ser mais prazeroso", finaliza.

Comentários
Programa Compartilha Brasil