Colunistas - Bem Estar e Saúde

Onicomicose (fungo na unha): como tratar?

23 de Maio de 2018
Foto: Divulgação

Onicomicose é o nome dado a micose das unhas. Esta é uma doença infecciosa, a qual é causada por fungos. Mais de metade das patologias que afetam as unhas derivam dessa doença, sendo que 90% dos casos se devem a fungos dermatófitos. Os outros 10% se devem a leveduras e fungos que ingerem queratina.

Cerca de 10% dos adultos sofre de onicomicose. Esse número aumenta nos idosos, para 20%. Nas crianças a doença é extremamente rara.

Apesar de parecer uma doença simples, a verdade é que se trata de uma patologia crônica, a qual afeta bastante a qualidade de vida do paciente. Além de diminuir a autoestima, a patologia poderá levar a discriminação social em certos casos.

O número de infecções tem aumentado nos últimos anos. Pessoas que sofram de diabetes ou tenham o sistema imunitário comprometido estão mais propensas à doença.

Sintomas

No início a doença não apresenta sintomas dolorosos, no entanto vai surgindo uma coloração diferente na unha. Mais tarde pode levar ao descolamento da unha e pode aparecer uma pasta, do tipo esfarelo.

Numa fase posterior a unha fica mais grossa e o fungo se espalha por toda a unha. Pode também passar para outras unhas, chegando até à raiz, acabando por destruir a unha completamente.

Num estágio mais avançado da doença, o paciente pode vir a sentir dor, pois a unha acaba encravando por causa do seu espessamento.

Como tratar a Onicomicose?

Antes de mais nada, é importante salientar que mal suspeite que sofre de onicomicose, ou fungo da unha, deve se dirigir o mais rápido possível ao seu podólogo.

 

Por causa da ausência de dor, a maior parte das pessoas deixa de lado o tratamento para destruir o fungo, dando maior relevância a camuflar o aspecto inestético. Isso faz com que o problema não desapareça, antes se agrave.

Vernizes e soluções ungueais

No início da doença é possível reverter o quadro com vernizes e soluções ungueais. Estes devem ser aplicados conforme o especialista recomendar. Assim como a aplicação destas soluções, deve ter cuidado com a limpeza da unha. Deve ser feita mensalmente com técnicas para regeneração ungueal.

O tratamento não resolve o problema de um dia para o outro. É um tratamento demorado, e exige que o paciente seja consistente e rigoroso.

Laserterapia

Um dos tratamentos mais eficazes para combater a onicomicose é a laserterapia ou tratamento a laser para as onicomicoses. Esse tratamento diminui a duração dos tratamentos tradicionais. Como os fungos são sensíveis ao calor, eles acabam por ser destruídos quando sujeitos ao laser.

No entanto, doentes com neuropatia sensitiva ou neoplasias não podem realizar esse tratamento.

Medicamentos

Estes estão indicados para casos em que a raiz da unha se encontra comprometida. Os medicamentos apresentam alguns riscos de interações com outros medicamentos e são visíveis efeitos colaterais. No entanto, esta terapêutica é mais efetiva.

Os medicamentos mais usados para o tratamento da onicomicose são a Terbinafina, Griseofulvina, Fluconazol e Itraconazol.

Opções Naturais

Em certos casos existem algumas soluções naturais para o tratamento da onicomicose. No caso da onicomicose, podemos usar o alho como um grande aliado, muito por suas propriedades antifúngicas.

Pique um alho muito bem e misture com 5 gotas de limão, 5 gostas de iodo branco e esmalte branco. Feche bem o esmalte durante duas semanas. Aplique o esmalte uma vez por dia durante 15 dias.

Vale a ressalva de que sempre deve consultar o seu podólogo antes de iniciar qualquer tipo de tratamento. Apesar de existirem soluções naturais, podem não resultar no seu caso em particular. Por isso é sempre melhor fazer uma avaliação médica especializada.

Comentários
Programa Compartilha Brasil