Notícias - Motor

Protestos de caminhoneiros bloqueiam estradas de 15 Estados

21 de Maio de 2018

Um protesto de caminhoneiros contra o aumento do preço do diese interrompe o tráfego de veículis em rodovias  na manhã desta segunda-feira (21).

Há registros de manifestações em pelo menos quinze Estados: São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Paraíba, Santa Catarina, Tocantins, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Pará.

O ato dos caminhoneiros também ocorre no Porto de Santos, maior porto de cargas da América Latina.

O aumento do diesel ocorreu na última sexta-feira (18/05), quando a Petrobras anunciou a aplicação de 0,80% no diesel e 1,34% na gasolina.

O óleo diesel ficou R$ 0,12 mais caro nas últimas quatro semanas nos postos do país. Em média, os motoristas pagam R$ 3,59 pelo litro do combustível na bomba, de acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

No último domingo (20), a ABCAM (Associação Brasileira dos Caminhoneiros) cobrou "manifestações pacíficas e sem interrupção das rodovias do país" aos motoristas. O presidente da entidade, José da Fonseca Lopes, expressou preocupação e disse que não "precisam fechar estradas, colocarem fogo em pneus ou até mesmo pôr em risco o patrimônio de terceiros". 

Rio Grande do Sul

No entanto, há o relato de que caminhoneiros atearam fogo em pneus ainda ontem, por volta de 18h30, na BR 116, em Pelotas, bloqueando a via. Já no km 401, em Camaquã, a queima de pneus foi às margens da estrada e não chegou a interditar o trânsito. Na BR 101, em Três Cachoeiras, os caminhoneiros atearam fogo em pneus na pista lateral da rodovia, na altura do km 22.

Por volta das 22, de acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), os manifestantes começaram a atirar pedras em caminhões para que os colegas aderissem à mobilização. Houve queimas de pneus ainda na BR 392, em São Sepé, e na BR 158, em Júlio de Castilhos. Nos dois casos, os protestos não geraram interdição do trânsito.

Caminhoneiros fecham a BR-262, em Juatuba, na Grande Belo Horizonte (MG)

Caminhoneiros fecham a BR-262, em Juatuba, na Grande Belo Horizonte (MG)

Douglas Magno / Estadão Conteúdo

São Paulo

A rodovia Anchieta, que liga a capital paulista ao litoral, apresenta lentidão no km 64 da estrada, segundo a concessionária que administra a via. A rodovia Cônego Domênico Rangoni (SP-248), entre Guarujá e demais municípios do litoral, também está completamente interditada pelos manifestantes no km 5.

Na rodovia presidente Dutra, na altura do km 145, em São José dos Campos (SP), os manifestantes estão em frente à REVAP. Não há interrupção de faixas de tráfego, mas há lentidão.

Também na Dutra, em Pindamonhangaba, no km 101,6 no sentido sentido Rio, os manifestantes ocupam duas faixas (central e direita) de tráfego. a faixa da esquerda está liberada somente para veículos de passeio e ônibus. Já são 6,5 km de lentidão.

Minas Gerais

Há manifestação na rodovia Fernão Dias, que liga Belo Horizonte (MG) a São Paulo (SP), na manhã desta segunda. De acordo com informações da concessionária que administra a rodovia, há tráfego lento no km 618 e km 617, próximo à capital mineira, devido ao protestos de caminhoneiros. Já entre os kms 513 e 510, a interrupção é completa em ambos os sentidos.

Pará

Manifestantes estão situados no km 10 da BR-316, em Alça Viária, região metropolitana de Belém, capital do Estado do Pará, onde realizam o protesto. O grupo fechou a rodovia, ateou fogo em pneus e bloqueiou a passagem de veículos. 

Rio Grande do Norte

O protesto de caminhoneiros teve início por volta das 10h30 desta segunda-feira, na rodovia BR 101, em Parnamirim, região metropolitana de Natal. Outro protesto está previsto para às 16h desta segunda-feira, na ponte Forte Redinha e na Ponte de Gapós, em frente a um dos maiores shopping da capital.

Pernambuco

Em Suape, caminhoneiros se concentram na rodovia PE-009 abordando veículos de carga, segundo a Concessionária Rota do Atlântico. O trânsito, no entanto, está liberado para veículos de passeio e ônibus. Já no entorno da via expressa, terminou o ato pacífico de trabalhadores da Refinaria Abreu e Lima, realizado na altura do km 42 da PE-009, sem bloqueio de trânsito.

Goiás

Os caminhoneiros autônomos bloqueiam as entradas de dois pontos de distribuição de combustível em Goiás — um na cidade de Novo Mundo e outro em Senador Canedo.

Paraná

A rodovia Régis Bittencourt apresenta tráfego lento do km 68 ao 67, em Campina Grande do Sul, no Paraná, devido a manifestação, segundo a concessionária que administra a via.

Rio de Janeiro

A rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, tem pontos de lentidão provocados por protestos, mas a via não está interditada. Em Jacareí, no km 159, no sentido Rio de Janeiro, os manifestantes não liberam a circulação de caminhões, somente de veículos de passeio. Já no km 162, no sentido Rio, apenas o acostamento está interditado. Na altura de Pindamonhagaba, no km 101, no sentido São Paulo, os manifestantes ocupam uma faixa, mas os demais motoristas podem passar pela pista da esquerda.

Protesto ocorre após aumento de diesel anunciado na sexta pela Petrobras

Protesto ocorre após aumento de diesel anunciado na sexta pela Petrobras

Marcelo Camargo / Agência Brasil

Bahia

A manifestação de caminhoneiros bloqueia o km 531 da BR 324, em Feira de Santana, na Bahia, sentido capital e interior. O ato registra pelo meno oito km de lentidão, segundo a concessionária ViaBahia. Também há o registro de ato no km 672, em Jequié, com 1km de tráfego.

Ceará

Segundo a PRF, caminhoneiros bloquearam um recho da rodovia BR 020, em Fortaleza. Os manifestantes queimaram pneus na pista e um congestionamento foi registrado na manhã desta segunda-feira. 

Espírito Santo

Uma manifestação de caminhoneiros deixou a BR-101 fechada por uma hora, no km 301, em Viana. Por volta de 07h20, após a chegada de agentes da PRF, a pista foi liberada e o protesto continua no acostamento da via federal. Em João Neiva, caminhoneiros interditaram a pista na altura do km 204, na BR 101. Eles atearam fogo em pneus. De acordo com a PRF, o trânsito flui nos dois sentidos pelo acostamento.

Paraíba

Um protesto bloqueou o fluxo de caminhões em um trecho da BR-104, em Campina Grande, a 130 quilômetros de João Pessoa. O bloqueiro estaria acontecendo na Alça Sudoeste, no sentido Campina Grande-Queimadas.

Tocantis

Manifestantes realizam protesto na BR-153 na manhã desta segunda-feira, próximo à Paraíso de Tocantins.

Santa Catarina

Caminhoneiros realizam diversos atos no Estado de Santa Catarina. Segundo a PRF, o tráfego é lento nas BRs 101, 116, 282 e 470. No quilômetro 282 da BR-101, em Imbituba, os manifestantes atearam fogo em alguns pneus e estacionaram seus caminhões no trevo de Nova Brasília. Na BR-116, o ato se faz presente no km 7 e 245. Em Joaçaba, a manifestação deixou lento o trânsito na BR-282, ao km 395.

Caminhoneiros realizam protestos em diversos estados do país

Caminhoneiros realizam protestos em diversos estados do país

Douglas Magno / Estadão Conteúdo

Porto de Santos

De acordo com a assessoria do Porto de Santos, o reboque de um caminhão bloqueia o acesso ao Porto na rua do Adubo, em Guarujá. A outra entrada, situada no município de Santos, não apresenta congestionamento até as 8h desta segunda-feira.

Distrito Federal

O protesto é encabeçado pela ABCAM e, no Distrito Federal, a adesão ao movimento está confirmada. Avisos de bloqueios de vias se espalham pela capital, mas o sindicato diz que a intenção não é causar transtornos. A promessa é que as pistas mais movimentadas sejam bloqueadas: Estradas Parque Taguatinga, Guará e Indústria e Abastecimento, a Estrutural, a descida do Colorado e até a Ponte JK.

Fonte: R7 | Plínio Aguiar

Comentários
Programa Compartilha Brasil