Notícias - Motor

Abraciclo participa do movimento Maio Amarelo

8 de Maio de 2018

         A Abraciclo, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, participa mais uma vez do movimento Maio Amarelo com ações ao longo do mês para conscientizar a sociedade sobre a importância do trânsito mais seguro. “Assim como nos outros anos, nosso objetivo é alertar acerca da importância da boa conduta ao pilotar e da manutenção preventiva”, comenta Marcos Fermanian, presidente da entidade.

As atividades serão realizadas em parceria com a Prefeitura Municipal de São Paulo, Companhia de Engenharia do Tráfego (CET), SPTrans e Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), começando nos dias 8, 9 e 10 de maio com 12 blitze educativas em pontos críticos de acidentes de trânsito da capital paulista.

Nesses locais serão distribuídos folhetos com mensagens referentes à importância da boa conduta no trânsito. Entre elas, vale destacar: “Celular no trânsito – quem é top não usa” e também “Limites de velocidade – quem é top respeita”. Haverá também a divulgação de mensagens de conscientização dirigidas especificamente aos motoristas, como uma faixa com a seguinte frase: “Em cima de uma moto tem um pai de família ou alguém como você”.

Após esta etapa, acontecerá entre 22 e 24 de maio, na Radial Leste (altura do nº 3.600), a 22ª edição do MotoCheck-Up, o maior programa setorial de vistoria gratuita de motocicletas e de conscientização de motociclistas da América Latina. Para esta edição, a meta é atender a cerca de cinco mil motociclistas que passarão pelo local.

Para fechar as ações do Maio Amarelo, a Abraciclo realizará uma série de mini MotoCheck-Ups regionais, em cidades do interior e litoral paulista, alinhada com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e em parceria com concessionárias das marcas Honda e Yamaha. Os eventos acontecerão nos dias 28 e 29 deste mês em Piracicaba, Fernandópolis, Jacareí, Cotia, Jundiaí e Praia Grande.

 

Sobre o Movimento Maio Amarelo

O movimento Maio Amarelo nasceu com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos em acidentes de trânsito em todo o mundo. Trata-se de uma ação coordenada entre o poder público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos públicos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil. Com o mote “Nós Somos o Trânsito”, o movimento chega à sua 5ª edição para fomentar discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente de reduzir o número de mortes e de feridos graves no trânsito.

 

Comentários
Programa Compartilha Brasil