Viver - Saúde

A nova era dos alinhadores dentários

3 de Maio de 2018

A execução de procedimentos estéticos em odontologia requer, na grande maioria dos casos, o encaixe correto e o alinhamento adequado dos dentes. Isso porque a estética só pode ser executada e mantida quando existe saúde dos tecidos dentais e periodontais, além de função mastigatória equilibrada. Nesse contexto, é comum indicarmos, previamente ao tratamento reabilitador estético, os pacientes para os ortodontistas ? que são os profissionais especializados em correção da posição dentária através do aparelho ortodôntico.

A Dra. Cris Caram, graduada em odontologia pela Unicid, Especialista em Ortopedia funcional dos maxilares e especialista em ortodontia, habilitada em Alinhadores invisíveis e aparelho autoligado, mestranda em ortodontia pela UNIP e pós graduada em Estética orofacial, estará ministrando o curso de Iniciação em alinhadores dentários para o Clínico Geral, junto da Dra. Lívia Ester, que acontecerá dia 22 de Maio.

Os profissionais interessados podem obter mais informações pelos Fones (11) 99902-6703 e 97665-9562.

O Curso é aprovado pela SBOI - Sociedade  Brasileira de Odontologia Integrativa e terá a carga horária de 8h totais.

O anseio por movimentar os dentes através de dispositivos plásticos surgiu em 1945, quando Kesling sugeriu a possibilidade de aparelhos plásticos – denominados “posicionadores” – serem capazes de movimentar os dentes para uma posição desejada. Dessa forma, ao longo do século XX, alguns ortodontistas criaram, em seus próprios consultórios, alinhadores plásticos para pequenos movimentos.

Cada vez mais voltadas para a estética, as pessoas buscam na aparência facial que ganha destaque, um importante aliado exercendo um importante papel na atratividade pessoal e no desenvolvimento da autoestima. “A percepção da aparência, especialmente da face, influencia a saúde mental e o comportamento social com implicações importantes nas áreas educacional, profissional e na vida afetiva. Estudos demonstraram que a estética relacionada ao posicionamento dentário envolvendo os incisivos superiores é o fator que mais influencia os pacientes adultos a buscarem o tratamento ortodôntico.

 

Comentários
Programa Compartilha Brasil