Viver - Saúde

Ministério da Saúde inicia Campanha de Vacinação 2018

24 de Abril de 2018

Começou esta semana a Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza, conhecida como a Vacina da Gripe. Segundo o Ministério da Saúde, a vacinação é a estratégia mais importante para evitar novos surtos dessa doença.

Até o dia 1º de junho, devem ser imunizados os grupos de risco gratuitamente de acordo com o seguinte calendário:

Etapa 1: a partir do dia 23 de abril, para trabalhadores de saúde, pessoas com idade de 60 anos e indígenas

Etapa 2: a partir de 2 de maio, para crianças com idade maior que 9 meses e menor que 5 anos, gestantes, puérperas com até 45 dias após o parto

Etapa 3: a partir de 9 de maio, para pacientes diagnosticados com doenças crônicas, professores e outros;

Sacoleira Glamourosa e sua filha Elleonora
Foto: Zacarias Pagnanelli

A aplicação gratuita é trivalente, ou seja, protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, conforme determinação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que são o H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B Yamagat.

A vacina contra gripe é preparada a partir dos vírus da gripe cultivados em ovos embrionados e inativados pelo formadeído. Sua composição é atualizada anualmente, com base em recomendações da OMS acerca da circulação de diferentes tipos e subtipos de vírus influenza no mundo. Este ano, a composição contém:

- um vírus similar ao vírus influenza A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09;

- um vírus similar ao vírus influenza A/Singapore/INFIMH-16-0019/2016 (H3N2); e

- um vírus similar ao vírus influenza B/Phuket/3073/2013.

Por ser composta por vírus mortos, não há motivos para temer ficar gripado por causa da dose. Existem, no entanto, alguns fatores com os quais é preciso ficar atento.

Como na produção da vacina da gripe são utilizados ovos de galinha, há contraindicação para indivíduos alérgicos a ovo, pois a dose pode desencadear os sintomas da alergia. Além disso, outros efeitos adversos que podem ocorrer incluem: dor de cabeça, febre, náuseas, tosse, irritação no olhos e dor muscular.

Cuidados simples ajudam na prevenção da gripe: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

Comentários
Programa Compartilha Brasil