Colaboradores - Tânia Voss

Gilberto Gil, Nando Reis e Gal Costa

12 de Abril de 2018

 

 

O encontro da “moça” com “o menino impetuoso e viril” e o “rapaz maduro calejado pela idade”, como cantou Gil na canção “Trinca de ases”. Tudo registrado em CD duplo pela Biscoito Fino.

 

Para Nelson Mota, Jorge Bastos Moreno não era só um craque da politica e do jornalismo, mas também um grão-mestre na arte de fazer amigos e de harmonizar pessoas, opiniões e estilos diferentes em seus generosos e saborosos almoços e jantares que celebrizaram a chef  Carlúcia. Além de boa comida, bebida e conversa, Moreno adorava música – e gente de música. Era do ramo, entendia  muito, tinha um bom gosto amplo e eclético. Foi amigo de grandes artistas de várias gerações, trocando idéias e afetos, promovendo encontros, criando aproximações, fazendo planos.

           

Como reunir seus queridos Gilberto Gil, Gal Costa e Nando Reis em um show para celebrar o centenário e o legado de Ulysses Guimarães, em 2016.

 

O encontro da “moça” com “o menino impetuoso e viril” e o “rapaz maduro calejado pela idade”, como cantou Gil na canção “Trinca de ases”, também resultou em parcerias preciosas com Nando e interpretações arrebatadoras de Gal, e percorreu o Brasil encantando plateias com suas surpresas e novidades.

 

Moreno partiu antes de ver realizado o encontro que planejou, mas o sucesso popular e a qualidade artística dos espetáculos, em que a diversidade de estilos e histórias criou uma harmonia cheia de luzes, cores e sabores, honra a memória de Ulysses e faria Moreno muito feliz, comemorando com uma grande feijoada em sua laje de São Conrado

Faixas como Trinca De Ases, Dupla De Ás, Palco, Baby, Esotérico, Refavela e Pérola Negra

 

-A MÚSICA DE TOM E VINICIUS

Wanda Sá, Gilson Peranzzetta e Mauro Senise 2018

 

“A música de Tom e Vinícius”, CD idealizado por Wanda Sá e Regina Oreiro, agora lançado pela Biscoito Fino, foi criado para comemorar os 60 anos da bossa nova e da parceria Tom e Vinicius.

 

Para realização desse projeto, Wanda Sá, principal intérprete feminina e fiel artista da bossa nova, convidou duas grandes referências da música instrumental brasileira, Gilson Peranzzetta e Mauro Senise, que se uniram à cantora nesse registro fundamental para a memória da Bossa Nova.

 

 Garota de Ipanema, O grande amor, Eu não existo sem você, Se todos fossem iguais a você,,Amor em paz, Por toda minha vida( instrumental ) e  Canta, canta mais - são alguns dos clássicos mais amados pelos brasileiros. Vale conferir.

Comentários
Programa Compartilha Brasil