Colunistas - Bem Estar e Saúde

Como tratar os danos causados na pele e nos cabelos após o verão?

11 de Abril de 2018

O verão chegou ao fim e é hora de cuidar dos possíveis danos que ocorreram na pele e nos cabelos devido a exposição solar, vento, suor mais abundante, a umidade do corpo e os longos dias na praia e na piscina!

 

Pele:

É comum algumas pessoas entrarem no outono com manchas na pele ou reclamar porque está muito seca ou oleosa. “É muito importante manter a pele sempre bem hidratada, evitar banhos quentes e longos, dispensar buchas e esfoliantes muito agressivos, beber bastante água e ingerir alimentos que estimulam a produção de melanina, como laranja, cenoura, mamão  e manga”, afirma a dermatologista Dra. Mayra Tosta.

Criar hábitos diários facilitam na hora de cuidar da pele, como o uso de um bom hidratante com antioxidante ou filtros solares já com hidratação ajudam na prevenção. “O que não pode faltar todos os dias é uma boa hidratação e em alguns casos o uso de proteção. Existe no mercado hoje hidratantes associados a filtro solar e antioxidante que ajuda na melhora da qualidade da pele”, explica a especialista.

Aqueles que já tem manchas escuras na face ou no corpo, devem ser tratados por um médico dermatologista que irá indicar o uso de filtros solares e/ou cremes clareadores, porém existem manchas brancas que podem surgir após a exposição ao sol e, nesses casos, é necessário uma consulta para avaliar se é só mancha de ressecamento da pele ou se virou uma infecção fúngica.

 

Cabelos:

A combinação sol, cloro e sal sempre resultam em: fios ressecados, fracos e quebradiços, sem brilho e cheio de nós. “Existem cremes com protetor solar para os cabelos e deve ser usado enquanto existe a exposição ao sol”, afirma a especialista. O chapeu não é apenas um acessório bonito, é ideal usar sempre que estiver exposta ao sol para proteger o couro cabeludo.

Outra recomendação é nunca dormir com os cabelos molhados, pois a umidade prejudica muito o couro cabeludo e facilita a proliferação de fungos.

Consulte um especialista para avaliar os danos causados, dessa forma ele poderá indicar os melhores cremes e tratamentos para cada tipo de pele e cabelo.

Comentários
Programa Compartilha Brasil