Viver - Beleza

Crianças despertam a vaidade cada vez mais cedo

3 de Abril de 2018

Na atual sociedade de consumo, tanto adultos como crianças estão mais susceptíveis à divulgação de padrões de beleza e produtos e serviços oferecidos insistentemente. Apesar de ser um atributo natural, a vaidade em excesso pode fazer mal, principalmente na infância.

A psicologia afirma que um pouco de encantamento consigo próprio, além de normal, é desejável. Já o narcisismo secundário, originado na infância e que se prolonga pela vida adulta, pode dar origem ao narcisismo patológico. Devido às influências externas, as crianças têm despertado comportamentos narcisistas cada vez mais cedo.

Os pais são a primeira influência dos filhos, com conceitos e comportamentos, que serão assimilados e imitados. Assim, os valores que a família cultiva são fundamentais para a formação dos filhos. Brincar de gente grande, com as roupas da mãe e seus batons, faz parte da descoberta do mundo, do desenvolvimento da imaginação, incentivando a criatividade e o crescimento psicológico saudável.

Elleonora Pagnanelli, 5 anos
Foto: Sacoleira Glamurosa

A segunda fonte de influência é a televisão. Segundo levantamento realizado pelo Ibope Media, no Brasil, o tempo médio que crianças e adolescentes passam diariamente em frente à televisão subiu 52 minutos em 11 anos (entre 2004 e 2015), passando de 4h43 para 5h35. A mídia incentiva o desenvolvimento precoce para vida adulta, estimulando a vaidade, o glamour, o culto ao corpo e à aparência perfeitos, de forma a inseri-los e torná-los aceitos pela sociedade.

A brincadeira começa a se tornar um problema quando a criança começa a agir feito adulta. Ou então quando a criança começa a deixar os brinquedos que sempre gostou para brincar com atividades de adultos. E é nesse momento que a vaidade infantil começa a se tornar um problema, já que a criança não se sente mais à vontade com a sua própria idade.

A atenção dos pais aos comportamentos dos filhos é fundamental nessa fase. Primeiro incentivando brincadeiras adequadas a idade de cada criança e promovendo atividades lúdicas e em ambientes externos. Depois, é importante que os produtos de beleza sejam adequados e usados com moderação.

Hoje no mercado, existem maquiagens para os públicos adulto e infantil, pois como a pele da criança é bem mais sensível e fina do que a pele de um adulto, as substâncias químicas presentes dos itens de maquiagem podem ser absorvidas com maior intensidade, causando irritações e alergias com mais facilidade.

Divulgação

 

Comentários
Programa Compartilha Brasil