Notícias -

Operação da PF no setor de portos leva à prisão amigos de Michel Temer, ex-ministro e empresários

29 de Março de 2018

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (29/03, em São Paulo, o advogado José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer. Além dele, também foram presos o empresário Antônio Celso Greco, dono da empresa Rodrimar, que opera no porto de Santos; o ex-ministro da Agricultura e ex-deputado federal Wagner Rossi, que em 1999 e 2000 foi diretor-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo, estatal administradora do porto de Santos; Milton Ortolan, auxiliar de Rossi; o ex-coronel da Polícia Militar do Estado de São Paulo João Baptista Lima Filho, outro amigo do presidente Michel Temer; e Celina Torrealba, uma das donas do grupo Libra.

Alguns dos amigos do presidente Michel Temer que foram presos: 
 Coronel Lima, José Yunes e Wagner Rossi 

 

As prisões, pedidas pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, são parte da Operação Skala, deflagrada nesta quinta pela PF em São Paulo e no Rio de Janeiro.

CONFIRA TODOS OS PRESOS NA OPERAÇÃO DA PF

  • José Yunes, advogado, amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer
  • Antônio Celso Greco, empresário, dono da empresa Rodrimar
  • João Batista Lima, ex-coronel da Polícia Militar de São Paulo e amigo de Temer
  • Wagner Rossi, ex-deputado, ex-ministro e ex-presidente da estatal Codesp
  • Milton Ortolan, auxiliar de Wagner Rossi
  • Celina Torrealba, uma das donas do grupo Libra
Comentários
Programa Compartilha Brasil