Cultura - Teatro

A mulher de Bath reestreia em São Paulo

5 de Março de 2018

A Mulher de Bath, personagem dos Contos da Cantuária de Geoffrey Chaucer, (publicados pela primeira vez em 1475), é uma das figuras basilares da literatura ocidental, precursora de Shakespeare e do indivíduo moderno. Chega aos palcos brasileiros pela primeira vez, em uma tradução que resgata a eloquência popular de sua fala: a alma pulsante da Idade Média volta à vida em versos inspirados no cancioneiro popular e na poesia oral do interior do Brasil.

A premiada tradução de José Francisco Botelho busca inspiração na poesia popular brasileira, do repente nordestino à trova gaúcha, para reviver entre nós a exaltação e a grandeza da Idade Média.

A peça é uma adaptação gestada na já premiada união teatral da atriz Maitê Proença, que completou em janeiro 40 anos de carreira e 60 anos de vida, com o diretor Amir Haddad.

crédito: Divulgação

Na última semana, o colunista se encontrou com a atriz e lembraram de alguns momentos que trabalharam juntos em outras ocasiões. 

Maitê Proença e Zacarias Pagnanelli
Crédito: Karina Lajusticia

SERVIÇO:

Teatro FAAP - Rua Alagoas, 903 – Higienópolis

Sexta e Sábado 21h | Domingo às 18h

Ingressos: R$ 70

Comentários
Programa Compartilha Brasil