Colunistas - Bem Estar e Saúde

Equilíbrio corporal de dentro para fora

26 de Fevereiro de 2018
 

Prática é indicada para todos aqueles que desejam melhorar a aparência e ainda ter uma maior qualidade de vida

Já bastante difundida nos últimos anos, o ortomolecular é a prática médica que consiste em trabalhar as queixas do paciente, buscando agir nas possíveis causas por meio do equilíbrio do organismo. O maior objetivo é a neutralização dos radicais livres, prejudiciais ao funcionamento das células. Dentre as pesquisas na área ortomolecular, também existe a área da estética ortomolecular, que cada vez mais é relacionada ao equilíbrio do corpo, indo além de uma tendência e se afirmando como um tratamento inovador indicado para todos aqueles que desejam maior qualidade de vida. O princípio básico da estética ortomolecular é justamente promover uma melhor nutrição das células e o reequilíbrio do organismo de dentro para fora.
 
Benefícios
 
Os tratamentos estéticos ortomoleculares visam recuperar o equilíbrio do corpo, levando às células nutrientes e oligoelementos que podem estar em falta no organismo. Com isso, o funcionamento das células se torna muito melhor em todos os sentidos: absorção de nutrientes, metabolização, catalisação, remoção de sujidades e afins. “A prática estética ortomolecular promove diversos benefícios como a limpeza do organismo, melhora na disposição, na concentração e no aspecto físico da disfunção estética tratada”, aponta Mariana Bussade.
 
Tratamento de dentro para fora
 
Existem algumas diferenças entre a estética tradicional e a estética ortomolecular. Segundo Mariana Bussade, a principal diferença é que a estética ortomolecular consegue promover resultados mais expressivos porque trata o paciente de dentro para fora, enquanto a estética tradicional trata de fora para dentro. “Antes de se começar qualquer tratamento estético ortomolecular é muito importante fazer a desintoxicação e destoxificação, que consiste em limpar o terreno biológico através da eliminação de metais pesados, xenoestrógenos, ranço celular e outras impurezas que nossas células produzem devido à poluição do ambiente, sedentarismo e alimentação cheia de toxinas e substâncias químicas. A partir deste processo de limpeza, os resultados dos tratamentos são mais evidentes e duradouros”, afirma.
 

Comentários
Programa Compartilha Brasil