Notícias -

TRT da 15a. Região revela a história do trabalho Centro de Memória

22 de Fevereiro de 2018

Desde 2004, funciona na Rua Barão de Jaguara, em Campinas, o Centro de Memória, Arquivo e Cultura (CMAC) do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, que tem o objetivo de recolher, preservar e garantir o acesso aos documentos produzidos pelo Tribunal. 14 anos depois, o espaço ganha novas instalações.

Contando hoje com cerca de 227 metros quadrados dedicados exclusivamente à exposição, o CMC revela a história do trabalho, o processo de industrialização, as conquistas dos direitos sociais do século XX e a representação do trabalho em Campinas, entre outros temas. Ali, o amplo acervo convida a uma longa viagem pela história da Justiça do Trabalho e, em especial, do TRT da 15ª Região.

“O CMAC dispõe de um acervo valioso a respeito da história da Justiça do Trabalho no Estado de São Paulo. Com as novas instalações, a tendência é de ampliação de seus objetivos, especialmente como instrumento de disseminação de conhecimento em benefício da comunidade”, salienta o presidente do TRT da 15ª Região, desembargador Fernando da Silva Borges.

Participaram do ato de descerramento das placas alusivas à inauguração do CMAC o presidente Fernando Borges e também os membros da Comissão de Preservação da Memória da 15ª Região, presentes na cerimônia, os desembargadores Edmundo Fraga Lopes, Eduardo Benedito de Oliveira Zanella, Tereza Aparecida Asta Gemignani e Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani.

Crédito: Arquivo TRT

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para o vice-presidente judicial do TRT, desembargador Edmundo Fraga Lopes, que é presidente da Comissão de Preservação da Memória da Justiça do Trabalho da 15ª Região, “o CMAC, que sempre foi uma referência dentre os memorialistas da Justiça do Trabalho, haja vista seu primoroso acervo, com estas novas instalações tornar-se-á acessível a todos os jurisdicionados do nosso TRT de Campinas. Nosso próximo objetivo é incluí-lo no Circuito Cultural para propiciar a disseminação de todo acervo e história nele contido, para toda a população”.

De fato, o CMAC busca entrar definitivamente para o roteiro cultural de Campinas, lançando mão de padrões contemporâneos da museologia, caracterizados pelo dinamismo e interação com o público.

Serviço: Centro de Memória, Arquivo e Cultura (CMAC)

Rua Barão de Jaguara, 901 – 4º Andar - Campinas.

Funcionamento de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas.

Entrada Franca

Agendamento de visitas de escolas de ensino fundamental e médio pode ser feito pelo telefone (19) 3236 2100 ramal 2053

Comentários
Programa Compartilha Brasil