Sexta-Feira | 2 de Fevereiro de 2018 | 13h41

O Carnavalesco e apresentador da Rede Globo

MILTON CUNHA

Apresenta seu CABARÉ DO MILTON !

Na Sala Baden Powell, em Copacabana

No dia 07 de fevereiro/2018.

 

MILTON CUNHA, uma das personalidades mais populares do Carnaval carioca, Carnavalesco e apresentador da Rede Globo de Televisão, leva seu CABARÉ DO MILTON para única apresentação, no dia 07 de fevereiro/2018, 4af, 20h, na Sala Baden Powell ( Av. Nossa Senhora de Copacabana 360 ), com ingressos ao preço de R$ 60,00 / R$ 30,00 (estudantes e acima de 60 anos).

 

O espetáculo é um show de variedades, onde MILTON CUNHA mistura em um único show, samba, funk, brega, poesia, carnaval, circo e humor, com 21 passistas e ritmistas de escolas de samba, cantores, circenses, drag queens, mestre sala e porta bandeira, dançarina do ventre, além de algumas surpresas e muito bom humor.

 

Segundo Milton; o espetáculo é uma performance de estrelas do universo do carnaval. Nossa proposta é fazer com que o público dance e cante com a gente. Não vai ter como ninguém ficar parado – promete o showman, que costuma levantar plateias por onde passa com seu estilo irreverente e bem-humorado.

 “Serão duas horas de alegria, de loucura. A cidade do Rio de Janeiro está tão cambaleada, tá tão abatida, que precisa reverter a tristeza em alegria. Então, durante duas horas esqueçam os problemas do dia a dia e se acabem na alegria do “CABARÉ DO MILTON”, explicou Milton Cunha que completa: "Acontece de tudo nesse Cabaré. Concurso de calouros, show de horrores, apresentação de convidados, performances. Tem até dança do ventre pra sensualizar ainda mais o espetáculo”.

 

MILTON CUNHA

 

Milton Reis da Cunha Júnior, ou simplesmente Milton Cunha, nascido em Belém do Pará, no dia 19 de Março de 1962, é  carnavalesco, cenógrafo e comentarista de carnaval brasileiro, tendo comentado em diversos canais de TV, como, por exemplo, a Rede Globo, TVE e Band, os desfiles das escolas de samba e trabalhado na cenografia, para cantores conhecidos em diversos shows, mundo afora.

 

Milton iniciou sua carreira de carnavalesco na Beija-Flor, onde ficou de 1994 a 1997. Seu primeiro enredo pela escola de Nilopolis foi uma homenagem a “Margaret Mee, a Dama das Bromélias”. Em seguida levou para a avenida Sapucai o enredo “Bidu Sayão, o canto de cristal”

 

Depois passou pela União da Ilha com “Fatumbi, a Ilha de Todos os Santos” (1998) e “Barbosa Lima, 102 Anos do Sobrinho do Brasil”(1999), Leandro de Itaquera de São Paulo com “Os Seis Segredos de Ariau” (2001), Unidos da Tijuca com “O Sol Brilha Eternamente Sobre o Mundo de Língua Portuguesa”(2002) e em seguida foi para a São Clemente, onde ficou por dois anos tendo inclusive estreado no Grupo A com o enredo “Velho é a Vovozinha: a São Clemente Enrugadinha e Gostosinha” (2005).       

 

Em 2006 com o enredo “Arquitetando Folias”, foi carnavalesco da Viradouro e no ano seguinte, continuou no outro lado da "poça", só que como carnavalesco da Porto da Pedra com o enredo “Preto e Branco em Cores.” 

 

No carnaval de 2008 se afastou, mas foi convidado para participar da comissão de carnaval da São Clemente, mas só elaborando o enredo “O Clemente João VI no Rio: A redescoberta do Brasil”.

 

Em 2009, voltou a ser carnavalesco da Viradouro (“Vira-Bahia, Pura Energia!”) e no ano seguinte continuou em Niterói, só que como carnavalesco da Cubango onde criou seu último enredo “Os Loucos da Praia Chamada Saudade”.

 

A partir de 2007 iniciou sua carreira internacional trabalhando no Brazilian Ball do Canadá, Toronto, onde esteve até a última edição do baile, em setembro de 2012.

 

A partir de 2010 tornou-se o carnavalesco da primeira escola de samba de San Luis: a Sierras del Carnaval realizando os desfiles de 2010 a 2013.

 

Nos últimos quatro anos realizou trabalhos relacionados ao carnaval em Estocolmo, Londres e Johanesburgo. Trabalhou como cenógrafo de Shows em Angola e Brasil, para artistas como Luan Santana e Ney Matogrosso.

 

É o Diretor Artístico dos espetáculos da Cidade do Samba, aonde está desde 2007.

Graduou-se em Psicologia e fez Mestrado e Doutorado na UFRJ em Letras (Ciência da Literatura), sobre a Rapsodia Brasileira de Joãozinho Trinta.

 

Atualmente faz estágio pós-doutoral na Eba-UFRJ, estudando os "Signos de Brasilidade em Rosa Magalhães".

 

Atua também na TV, integrou o programa Primeiro Time na extinta TVE Brasil entre 1999 e 2001, desde 2002, comentou vários desfiles do acesso e campeãs, para a CNT e Band, sendo que na própria Band, esteve como comentarista do Festival Folclórico de Parintins.

 

Em 2013, foi pra Rede Globo, onde comentou os desfiles da Série A e Grupo Especial. Ainda durante o carnaval, foi acertado sua ida a TV Record, onde foi um dos jurados do Got Talent Brasil e chegou a fazer uma participação especial na novela “Balacobaco”. Retornou a Globo para comentar os desfile do Grupo Especial e em 2014 fez um especial para a Copa do Mundo de 2014 no RJTV, chamado de “Me Dá Um Help Aí” e no mesmo telejornal, faz a apresentação da coluna “Enredo e Samba”.

 

Continuou como carnavalesco da Sierras del Carnaval e foi coordenador do Campos Folia 2014. Depois de um pouco afastado do Carnaval Carioca no que tange a escolas de samba, Milton retornaria a Viradouro, pelo qual faria pesquisa do enredo. 

 

Em fevereiro de 2015, lançou pela Editora Senac/São Paulo o livro "Carnaval é Cultura, poética e técnica no fazer Escola de Samba".

 

Permaneceu como comentarista do Desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro na Rede Globo e exerceu a mesma função no desfile das campeãs, pelo G1.

 

Milton foi escolhido pela nova liga de carnaval: “Associação Samba é Nosso” pra ser o diretor cultural da entidade.

 

Com seu bom humor, inteligência e verve histriônica, Milton Cunha se transformou em um personagem queridíssimo do povo brasileiro...

 

Sua pagina no facebook tem milhares de seguidores que acham graça e se emocionam com suas crônicas diárias.

 

Viva o CABARÉ DO MILTON!

 

Viva Milton Cunha!!!

 

 

SERVIÇO:

 

CABARÉ DO MILTON!

Roteiro, direção e apresentação: Milton Cunha.

Com 21 passistas e ritmistas de escolas de samba, cantores, circenses, drag queens, mestre sala e porta bandeira, dançarina do ventre e muito mais.

Produção: Danielle Nascimento.

Data: Dia 07 de Fevereiro/2018

Quarta Feira as 20h.

Local: Sala Municipal Baden Powell

Av. Nossa Senhora de Copacabana 360 - Copacabana

Capacidade: 489 lugares   

Ingresso: R$ 60,00 / R$ 30,00 ( idosos a partir de 60 anos e estudantes )

Venda de ingressos na bilheteria do teatro ou pela Ticket Mais.

Duração: 120 minutos

Classificação: não recomendado para menores de 14 anos

Gênero: Variedades.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.