Notícias -

São Paulo lidera ranking de emissões de e-Título

12 de Janeiro de 2018
Divulgação TRE-SP

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pouco mais de um mês após o seu lançamento, o e-Título soma 108.904 emissões em todo o País. Entre os Estados, São Paulo lidera o ranking de eleitores: 30.547 pessoas já emitiram o seu título pela via eletrônica, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Desses, 23.076 mil já realizaram o cadastramento biométrico.

Para acessar o documento digital, o eleitor deve baixar em seu tablet ou smartphone o aplicativo do e-Título, desenvolvido pela Justiça Eleitoral e disponível na App Store e no Google Play. Após, deve inserir os seguintes dados pessoais: número do título eleitoral, nome, nome da mãe e do pai e data de nascimento. Assim, o e-Título será validado e liberado. Uma vez acessado pela primeira vez, o documento será gravado localmente e ficará disponível ao eleitor. A novidade foi uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC).

A estatística de emissão significa que, além de realizar o download do aplicativo, o eleitor já inseriu os seus dados e visualizou o título no modo eletrônico. O e-Título só pode ser emitido por aqueles que já foram alistados na Justiça Eleitoral.

Facilidades ao eleitor

A versão digital do título tem novidades em relação à via tradicional, impressa. O documento conta com informações sobre a regularidade da situação eleitoral, dados sobre o cadastramento biométrico e o endereço do local de votação, apresentando ainda um mapa com geolocalização. Representa, portanto, uma grande praticidade ao eleitor, com informações imediatas sobre sua zona e seção eleitorais.

Para os cidadãos que já participaram da biometria, o documento exibe também a foto do eleitor. Por fim, está disponível um QR Code para a validação na zona eleitoral.

O e-Título oferece uma alternativa sustentável à emissão de títulos eleitorais em papel, que continua sendo realizada nos cartórios e demais postos de atendimento. A Justiça Eleitoral prevê ainda impactos financeiros positivos, com a redução dos custos na emissão de segundas vias dos títulos extraviados, em suprimentos de impressora, na aquisição de equipamentos para a impressão dos documentos e no consumo de energia.

Confira o ranking de emissão do e-Título por Estados (até 11/01):

São Paulo: 30.547

Bahia: 10.408

Rio de Janeiro: 8.443

Minas Gerais: 7.614

Paraná: 4.840

Total: 108.904

Fonte: TRE-SP

Comentários
Programa Compartilha Brasil