Quinta-Feira | 21 de Dezembro de 2017 | 12h16

Obesidade entre os jovens brasileiros preocupa

 

Aumento da obesidade entre os jovens brasileiros quase dobrou em 2017

 

Atualmente mais da metade da população brasileira está acima do peso. Dessas pessoas, cerca de uma em cada cinco, sofrem com a obesidade.  Esse índice cresceu 60% desde 2006, quando o Ministério da Saúde começou a publicar o Vigitel, uma pesquisa que investiga os hábitos de vida, os fatores de vida e as doenças crônicas dos brasileiros.

Esse número assusta também entre os jovens. Segundo o Ministério da Saúde, o número de obesos quase dobrou entre os jovens de 18 a 24 anos e foi de 4,4% para 8,5% no Brasil.  Hoje 9,4% das meninas e 12,7% dos meninos estão obesos.  A combinação de videogame, uso contínuo do celular, falta de atividade física e má alimentação resulta em uma geração obesa e que será afetada por doenças antes diagnosticadas apenas na vida adulta. Entre elas: hipertensão, colesterol alterado, diabetes tipo 2, depressão, ansiedade, estresse, síndrome do pânico, enxaqueca e dores de cabeça, miopia transitória, problemas cardiovasculares e  até mesmo o câncer.

A obesidade altera totalmente o funcionamento do corpo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), até 2025 o número de crianças e adolescentes com sobrepeso e obesidade pode chegar a 75 milhões. O Brasil é o 5º país com mais jovens obesos no mundo.

Preocupada com este quadro e com o objetivo de  estimular a atividade física entre os jovens, a academia Fórmula acaba de lançar o Plano Estudante: plano desenvolvido especialmente para  a faixa etária de 12 a 22 anos.  Através deste novo pacote os alunos poderão aproveitar a metodologia diferenciada e desfrutar de todos os benefícios das academias Fórmula por um preço mais que especial.

“Os profissionais da Fórmula vão orientar os jovens de acordo com sua idade, sempre respeitando o desenvolvimento corporal de cada um. O treinamento adequado, nessa fase da vida, é muito importante, contribuindo na prevenção da obesidade, no fortalecimento da estrutura osteoarticular, na melhora postural,  no condicionamento físico e no estímulo da capacidade de concentração”, enfatiza Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech Company.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.