Quinta-Feira | 14 de Dezembro de 2017 | 17h3

Como evitar os exageros na alimentação durante as festas de final de ano

Reunir a família em volta da mesa e celebrar o natal e o ano novo com uma ceia especial é tradição na maioria das casas brasileiras. E o que não falta nesses jantares, são alimentos preparados com ingredientes deliciosos, mas muitas vezes calóricos, gordurosos e que podem colocar a dieta em risco. Mas como resistir a essas tentações e manter uma alimentação saudável nessa época do ano?

 

Se alimentar bem durante esse período de festas não é uma tarefa fácil, mas é uma tarefa possível. “Dá para comer de forma consciente, tudo depende da vontade e do controle. É preciso pensar e escolher as opções e não ir na base do “pegar um pouco de tudo”, que no final se transforma em um prato exagerado. É preciso dar prioridade para as comidas saudáveis e não abusar das quantidades”, explica a nutricionista Katia Mazziero.

Comemorações deste tipo normalmente envolvem brindes com bebidas alcoólicas. Nesse momento, é importante optar pelas menos calóricas.  “O gin, e os espumantes são as melhores opções, são as que contém menos calorias. No caso dos drinques é melhor dar preferência para os que não contém açúcar, e nada daquelas batidas com leite condensado”, aconselha Katia.

Além de tomar cuidado com as quantidades, também é preciso fugir de certos tipos de alimentos comuns nessa época do ano “Tem que evitar o excesso de doces, de frituras, de alimentos caramelizados, dos queijos gordos e também daqueles molhos calóricos na salada. E fugir dos refrigerantes e dos petiscos, porque muitas vezes perdemos a noção do quanto bebemos e comemos durante esse período de descontração”, comenta a nutricionista.

É preciso tentar manter uma rotina fora dos horários da ceia, consumindo frutas e vegetais, e não abandonar o consumo de água. Também é importante manter a prática de algum exercício físico. Na hora da ceia, não deixar as saladas de folhas de lado, porque elas ajudam na saciedade.

 

“Muitas pessoas acreditam que comida saudável é sinônimo de comida sem graça, mas não é bem assim. O segredo está no saber preparar os alimentos. Cozinhar é um hábito que foi perdido com a correria do dia a dia, sendo assim as pessoas começaram a consumir cada vez mais os fast foods, lotados de sal, frituras e conservantes, e perderam o prazer em apreciar os alimentos. A combinação da “comida de verdade” com a receita certa e temperos naturais proporcionam refeições maravilhosas”, finaliza a nutricionista.

 

 
comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.