Colunistas - Bem Estar e Saúde

Procedimentos que podem ser feitos no verão

8 de Dezembro de 2017
 

A médica dermatologista Denise Lage dá dicas dos melhores tratamentos estéticos
para quem quer aproveitar a estação mais esperada do ano

 

Todos sabem que os cuidados com a pele devem ser seguidos durante o ano todo, porém é no verão que a atenção precisa ser redobrada. Conhecida como a estação da felicidade, é nesta época que todos querem estar mais bonitos para aproveitar o sol e as altas temperaturas, por isso, não é difícil encontrar consultórios médicos lotados. Mas, também é muito fácil encontrar quem desconhece os procedimentos seguros para deixar a pele linda para o período.

De acordo com a dermatologista Denise Lage, os tratamentos mais indicados para o verão são os que não deixam a pele sensível. “Como a exposição ao sol é muito maior e por um período mais longo, o ideal é realizar procedimentos que deixem a pele menos exposta, assim o tempo de recuperação é menor”. Para ela, laser e o peeling, são procedimentos que devem ser feitos com mais cuidado já que a pele fica mais delicada e o tempo de cicatrização é um pouco maior.

Para o rosto ficar mais bonito, a profissional indica outras técnicas perfeitas para esta época, entre elas a aplicação de toxina botulínica A e o MD Codes™, método de preenchimento para reestruturação facial. “A toxina tem excelente indicação durante o verão, já que tendemos a contrair mais os músculos da face, conhecidas como ‘rugas de expressão’, durante a exposição solar, pela claridade. Esse procedimento pode evitar que estas rugas se intensifiquem. Já o MD Codes™, consiste na aplicação injetável de ácido hialurônico proporcionando um efeito lifting que melhora a simetria do rosto, afina e ajuda a dar um aspecto mais renovado e rejuvenescido da pele, além de hidrata-la”.

Quem também quer cuidar do corpo, a doutora Denise recomenda a redução de gordura localizada, com base na Criolipólise. “Trata-se de um procedimento de eliminação da gordura local, no qual as células de gordura são eliminadas com o frio. Sem cortes, anestesias ou substâncias injetáveis, a técnica utiliza um resfriamento intenso, que destrói tais células sem causar danos aos tecidos em volta da região escolhida. Dessa forma, a eliminação das estruturas celulares destruídas pela baixa temperatura é feita metabolicamente pelo sistema linfático”, explica. Se a ideia é se expor ao sol com a silhueta mais fina, então, é bom correr para fazer as sessões, que levam algumas semanas para ter os resultados esperados.

Vale ressaltar que os cuidados com a pele não estão restritos aos tratamentos realizados em consultórios ou clínicas. A dermatologista explica que problemas como manchas no rosto podem ser evitados com o uso obrigatório de filtro solar com pigmento. O filtro solar comum protege contra a radiação ultravioleta A e B (UVA e UVB). Já o protetor com cor evita os danos da luz visível que é responsável pelo desencadeamento das manchas amarronzadas. Além disso, caprichar na hidratação do cabelo, maneirar na quantidade de vezes que se lava o rosto – para evitar oleosidade – e, ainda, o uso diário de protetor solar em todo o corpo, podem garantir um verão muito mais incrível para a pele.

Comentários
Programa Compartilha Brasil