Terça-Feira | 5 de Dezembro de 2017 | 9h29

DIÁLOGOS TRANSVERSAIS #5

Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Aliança Francesa de São Paulo organizou durante todo o segundo semestre de 2017 o projeto Diálogos Transversais com o objetivo de cruzar visões e conhecimentos de especialistas franceses e seus pares brasileiros.

Nesta última edição, no dia 4 de dezembro o projeto recebeu o francês Adrien Gardère, reconhecido em museografia, e Felipe Chaimovich,  Doutor em Filosofia pela USP e curador do Museu de Arte Moderna de São Paulo desde 2007, para discutir o  tema  “O Museu como Lugar de Conhecimento”.

O Studio comandado por Adrien Gardère presta serviços de museografia-arte que incorpora vários conhecimentos e técnicas da educação, da comunicação e da percepção visual, enriquecendo a forma de apresentação de temas e exibição de objetos para renomados  museus do mundo, como o Louvre,  em Paris e o Museu de Arte Islâmica, no Cairo.

Para conhecer um pouco de seu trabalho, podemos falar do projeto para a  Galerie du Temps, a espinha dorsal do Museu Louvre-Lens. O estúdio Adrien Gardère decidiu remover as paredes e oferecer ao público uma perspectiva única sobre a história da arte. Design, luz, layout, circulação: tudo foi projetado para melhorar as obras e deixar ao visitante a liberdade e o prazer de estabelecer um diálogo com elas, uma conversa infinita, reinventados por seus próprios deslocamentos. As paredes são revestidas de alumínio anodizado ligeiramente reflexivo.

O projeto torna todos os seus aspectos visíveis, incluindo o "bastidores" do museu no porão e as reservas genuínas do museu. Logo acima das reservas, o Studio pensou em um espaço de descobertas único na França. Ele apresenta ferramentas inovadoras que possibilitam ao visitante conhecer a "vida secreta" das obras e do trabalho de bastidor do museu.

Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.