Quarta-Feira | 22 de Novembro de 2017 | 16h42

TJSP instala Cartório do Futuro em Santos

O Tribunal de Justiça de São Paulo inaugura nesta quinta-feira (23), às 9 horas, a primeira Unidade de Processamento Judicial (UPJ) da Comarca de Santos. Conhecida como “Cartório do Futuro”, a UPJ adequa as unidades judiciais à nova realidade de trabalho resultante da implantação do processo digital: unifica cartórios, melhora a divisão de tarefas e a distribuição dos recursos humanos e do espaço físico, o que resulta em maior produtividade e eficiência. A UPJ de Santos abrange da 9ª até a 12ª Varas Cíveis. O presidente do TJSP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, participará do evento, que acontece no Fórum de Santos (Praça Patriarca José Bonifácio, s/nº - Centro). Na mesma ocasião, o Tribunal assina convênio de parceria entre o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) de Santos e a Universidade Metropolitana de Santos (Unimes).

As primeiras UPJs foram implantadas em 2015. O modelo unifica três ou mais ofícios de mesma competência para processamento e cumprimento das determinações judiciais. As varas permanecem independentes e os gabinetes dos juízes recebem reforço no quadro funcional, com equipe dedicada à realização de atividades do processamento digital, entre outras.

Estatísticas comprovam os excelentes resultados. O primeiro Cartório do Futuro – UPJ I do Fórum João Mendes Júnior (41ª a 45ª Varas Cíveis) –, por exemplo, apresentou aumento de 47% na produção de despachos, minutas e sentenças, 60% nos atos ordinatórios e 51% nas cartas. O aumento de produtividade produz reflexos no tempo médio de tramitação dos processos: estudos da Secretaria de Primeira Instância do Tribunal indicam diminuição de até 28% no tempo decorrido entre a data da distribuição do processo e a sentença, mesmo com quadro funcional menor em comparação às varas do modelo tradicional.

As quatro varas cíveis que compõem a UPJ de Santos possuem 16,5 mil processos em andamento (dados de outubro/17). Apenas no último mês de outubro, receberam 460 novas ações. A cidade conta com mais de 430 mil habitantes e o juiz Joel Birello Mandelli é o diretor do Fórum de Santos.

No mesmo dia, o presidente Paulo Dimas recebe título de cidadão santista, concedido pela Câmara Municipal de Santos.

 

Serviço

Instalação da Unidade de Processamento Judicial de Santos

Local: Praça Patriarca José Bonifácio, s/nº - Centro

8h45 – Atendimento à imprensa

9 horas: Início da solenidade

Título de cidadão santista

Local: Câmara Municipal (Praça Tente Mauro Batista de Miranda, 1 – Vila Nova)

10 horas: Início da solenidade

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.