Sexta-Feira | 10 de Novembro de 2017 | 16h44

De Owen McCafferty e direção de Lavínia Pannunzio

Unfaithful faz temporada no Teatro do Núcleo Experimental a partir de 17 de novembro

 

UNFAITHFUL estreou em 2014 no Edinburgh Fringe Festival. Uma segunda montagem do texto foi realizada em 2016, em Londres e agora estreia em São Paulo, sob direção de Lavínia Pannunzio. No elenco, Noemi MarinhoHelio CiceroLuna Martinelli e Laerte Késsimos (idealizador do projeto). 

Owen McCfferty – autor irlandês de produção dramatúrgica focada nas relações humanas, com aproximadamente 20 textos escritos, vencedor de inúmeros prêmios de dramaturgia, nesta peça escreve a história de um casal de meia-idade no ápice da crise conjugal, Tom (Helio Cicero) e Joan (Noemi Marinho), e um casal de jovens na busca por sentido para suas vidas vazias, Tara (Luna Martinelli) e Peter (Laerte Késsimos).

 

Uma noite em um bar de hotel, uma possível traição. Dois relacionamentos emaranhados, desejos não expressos, arrependimentos e conversas adiadas. Quatro personagens ligados pela sensação de que foram enganados pela vida. Um austero e abrasador vislumbre da realidade de nossos relacionamentos - dos desejos não ditos, dos arrependimentos penetrantes e das conversas adiadas que marcam a todos nós. 

Lavínia Pannunzio criou um universo intimista para o espetáculo. Público e atores ficam muito próximos, já que a plateia é colocada no palco, ao redor do cenário. Assim, os diálogos muito bem escritos pelo autor e trabalho minimalista dos atores, podem ser ouvidos e vistos de perto. “UNFAITHFUL pretende, ao percorrer o labirinto do espelhamento desses casais formados por Tom, Joan, Peter e Tara, compreender o momento em que as “confissões das traições” – que o público sequer consegue saber se aconteceram ou não – estabelecem ou re-estabelecem os amorosos laços da confiança entre eles. Paradoxalmente. UNFAITHFUL é o nosso ´to be or not to be, that is the question´, o que quer que haja entre eles tece um labirinto de confiança e coisas ditas que se estende além de suas relações e toca algo no nosso coração de seres humanos”, comenta a diretora Lavínia Pannunzio. 

A consciência do espectador fica maior que a consciência das personagens. O público passa a operar como um agente decifrador do comportamento anímico daqueles quatro personagens, na medida em que passa a conhecer os outros lados do quarteto de solitários. 

Na trama Joan e Tom estão casados há quase trinta anos. Tom é um encanador de meia-idade que às vezes gosta de tomar uma bebida sozinho, após o trabalho, em um bar de hotel no centro da cidade. Certa noite, ele é abordado por Tara, uma jovem que insiste em ter relações sexuais com ele. Não é uma prostituta. Quando Tom diz a Joan o que aconteceu, ela não deixa por menos e se encontra com o garoto de programa, Peter, no mesmo hotel onde seu marido conheceu Tara. O público nunca tem certeza se que o que eles dizem é verdade. 

“Ainda somos nós mesmos quando mentimos? O que significa ser infiel àqueles que você ama? A você mesmo? O amor é um tipo de fé. E quando duas pessoas acreditam, algo muito poderoso acontece. Se se está apaixonado, e um confia no outro o bastante para se inclinar em sua direção, eles se encontram no meio, como um triângulo, e sustentam um ao outro, e isso é muito forte. É inquebrável. Mas se um desaparece, o outro não pode manter o triângulo de pé. Ele cairá. Não existe amor sem confiança, sem fé. Por isso, quando alguém trai, é chamado de infiel (unfaithful)”, completa Lavínia.

Ficha Técnica

Texto OWEN MCCAFFERTY | Tradução RENATA ASPESI | Direção LAVÍNIA PANNUNZIO | Elenco NOEMI MARINHO, HELIO CICERO, LAERTE KÉSSIMOS e LUNA MARTINELLI | Cenografia e Adereços CÁSSIO BRASIL | Figurinos ANNE CERUTTI | Iluminação ALINE SANTINI | Trilha sonora, Sonoplastia e engenharia de som L. P. DANIEL | Direção de Produção CARLA ESTEFAN | Assistente de Produção LOUISE BONASSI | Fotografia e documentação em vídeo LEEKYUNG KIM | Produção METROPOLITANA GESTÃO CULTURAL | Idealização LAERTE KÉSSIMOS | uma Criação SOCIEDADE LÍQUIDA 

Serviço:

Teatro do Núcleo ExperimentalRua Barra Funda, 637.

Temporada de 17 de novembro a 18 de dezembro – sábados às 21h, domingos às 19h e segundas às 21h

Duração: 80 minutos.

Classificação etária: 16 anos.

Capacidade: 65 lugares.

R$ 40 | www.compreingressos.com.br

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.