Terça-Feira | 31 de Outubro de 2017 | 15h1

Entrevista exclusiva com Gigliola Cinquetti, a cantora que encantou o mundo

Por Tânia Voss

Gigliola Cinquetti: a cantora que encantou o mundo com o sucesso “Dio, Come Ti Amo” após 40 anos, chega ao Brasil para apresentar sua linda voz em um repertório romântico que mistura seus hits com músicas do novo álbum, na turnê mundial “Una Storia D’Amore”.

Gigliola Cinquetti: a cantora que encantou o mundo com o sucesso “Dio, Come Ti Amo” 
Foto: Duemme Music

Na década de 1960, a música italiana viveu um de seus momentos de maior destaque internacional, invadindo as paradas de sucesso de todo o mundo, especialmente aqui no Brasil. Uma de suas principais estrelas era Gigliola Cinquetti.

A grande estrela vive um dos melhores momentos de sua carreira. Ela lançou no final de 2015 um novo álbum, 20.12 (título extraído de sua data de aniversário), o primeiro de inéditas em 20 anos. Com direção artística de Michele Muscimarro e produção musical de Loris Ceroni, dois profissionais consagrados na Itália e no exterior, o álbum mostra uma Gigliolla bem pop e renovada.

São dez faixas, sendo que quatro delas vem sendo incluídas no set list de seus shows da atual turnê, cujo início ocorreu em março deste ano. Uma das principais canções da nova safra é a balada pop “Lacrima In Un Oceano”, daquelas canções que te cativam logo nos primeiros acordes. Uma releitura de “Lady Jane”, dos Rolling Stones, é outra boa surpresa para os fãs.

legenda
Foto: Duemme Music

Gigliola será acompanhada no Brasil por uma banda comandada pelo pianista, diretor musical e maestro Valter Sivilotti e que conta com os músicos Claudio Beccaceci (guitarra), Francesca Morandi (baixo), Pier Francesco Tarantino (bateria), Luca Fraula (teclados) e Franca Orioli (backing vocals).

No set list, que traz mais de 20 músicas, convivem sucessos eternos como “Dio Come Ti Amo”, “La Rosa Nera”, “Si”, “Volare” e “Guantanamera” com faixas do novo álbum, entre as quais “Ed Io e Te”, “Fuore Piore”, “Sei” e “Lacrima In Un Oceano”.

Nascida em Cerro Veronese em 20 de dezembro de 1947, Gigliola se formou na escola de artes de Verona, mas a paixão pela música se mostrou mais forte. Com apenas 16 anos, ganhou a competição Novas Vozes de Castrocaro com a canção  “Le Strade Di Notte”.

Logo a seguir, em 1964, foi ainda além, sendo vitoriosa no Festival de San Remo, o maior evento da música italiana, com “Non Ho L’Etá (Per Amarti)”. Com esta mesma canção, a cantora venceu um evento ainda maior, o Eurovision Festival, tornando-se a primeira italiana a ganhar a mais importante competição da música europeia.

Em 1966, ela chegou ao primeiro posto novamente em San Remo, desta vez com a música que a consagrou, “Dio, Come Ti Amo”, de autoria do cantor e compositor Domenico Modugno, o mesmo de “Volare (Del Blu Dipinto Di Blu)”. A canção fez tanto sucesso que gerou um filme com o mesmo título, estrelado por ela e um dos onze filmes nos quais atuou como atriz.

Um de seus grandes momentos ocorreu em 1968, quando ela gravou um disco em parceria com o consagrado grupo mexicano Trio Los Panchos, o álbum “Gigliola Cinquetti &Y Los Panchos”.

Além de gravar discos e fazer shows pelo mundo todo, Gigliola também trabalhou/trabalha muito em televisão, apresentando programas e até mesmo sendo repórter, o que começou a fazer de forma mais intensa a partir de 1981, quando voltou ao meio artístico após alguns anos dedicando-se a criar o filho Giovanni.

Em 1974, quase ganhou o Eurovision Festival novamente, mas acabou em segundo lugar com a música “Si”. Ela perdeu para um grupo sueco até então desconhecido do público internacional, o Abba, com a música “Waterloo”. Curiosamente, a cantora italiana incluiu posteriormente em seu repertório de shows músicas do Abba como “Chiquitita” e “The Winner Takes It All”.

Gigliola também foi posteriormente a apresentadora do mesmo festival que a revelou, o Novas Vozes de Castrocaro, e ajudou astros como Eros Ramazzotti e Zuchero a conquistar pela primeira vez grandes espaços na mídia em geral.

Além de grande intérprete, que já cantou músicas em nove idiomas diferentes (incluindo o português), Gigliola também compôs diversas músicas, sendo duas delas, “Un Momento Fa” e “Lasciarsi D’Inverno”, com o maestro Enrico Simonetti.

No ano de 2008, recebeu em seu país o importante prêmio Giulietta Alla Donna pelo conjunto de sua obra.  Em 2016, apresentou-se em Bogotá, na Colômbia, acompanhada por uma orquestra conduzida pelo maestro Valter Sivillotti, espetáculo que foi gravado e em breve será lançado no formato DVD. Em suas entrevistas, sempre afirma que “a música é o centro da vida”.

Seu novo show vem cativar os corações apaixonados e mostrar que, o amor nunca sairá de moda. O eterno romantismo da cantora está de volta ao Brasil, pela Poladian Produções. Agora saiba o que pensa, a musa italiana mais amada do planeta:

-Fale um pouco da sua turnê e da escolha do Brasil sendo um dos países escolhidos.

GC - "Estou de volta aos concertos ao vivo porque é o que mais amo. Cantar me dá energia e alegria. O Brasil é um mundo interessante para mim- em nível musical , humano e cultural. Tenho maravilhosas lembranças da audiência de São Paulo. Desejo uma "Storia d´amore ", que é o título do meu concerto, nunca termine!"

 

 -O que a levou ao nome da turnê  “Una Storia D’Amore”. Como foi a escolha do repertório para esse show aqui em São Paulo?

GC- "Escolhi esse título porque a linha que une todas as minhas experiências musicais constrói uma história que é feita de amor pela música. E dentro da música há comunicação, pessoas. O repertório é o mesmo que apresento em tantos países diferentes, com mudanças linguísticas e alguma passagem diferente. Não falo bem português, mas adoro ouvir falar. Claro, vou cantar em italiano a maioria das músicas, sabendo que os brasileiros apreciam essa linguagem e os paulistas em particular".

 

-O que significa o sucesso de “Dio, Come Ti Amo” na sua vida?

GC- "Canção e filme são partes da minha juventude. Eles significam expectativas e sonhos e me ensinaram a construir novas expectativas e sonhos. Como fazem os brasileiros.... Correto? Eu sei que eles adoram esse título."

 

-Como é voltar ao Brasil após 40 anos. O que mais a fascina aqui no Brasil?

GC- "O tempo para mim é muito não tem relevância. Pelo contrário, o tempo serve para dar valor às coisas que  de fato merecem e esquecer as coisas tolas. Eu disse que o tempo não conta como distância. Para mim, é como se eu tivesse partido do Brasil ontem..... O ar úmido do Rio que deixa o cabelo encaracolado, o trânsito de São Paulo que se cansa, as cores de Salvador de Bahia  que me encantam ... tudo está presente. O Brasil é um país imenso, cheio de contrastes. É fascinante por mil razões, mas em mim está presente que muitos brasileiros têm simpatia por mim. E isso me excita."

 

-Na sua opinião, os brasileiros são românticos? Como sente, como você vê, o fã brasileiro?

GC- "Na minha opinião, eles são sonhadores. A realidade e a imaginação não possuem limites precisos."

 

-Quais seus ídolos brasileiros? Gostaria de gravar ao lado de um cantor brasileiro? Qual e por que?

GC- "Chico Buarque, Simone, Jobim, Maria Bethânia, Gal Costa, Toquinho, Roberto Carlos, Gilberto Gil e muito mais. Adoraria cantar qualquer coisa com uma cantora brasileira. Todos são ótimos."

 

-O que você curte nas horas de folga? Qual o melhor lugar no Brasil que já visitou?

GC- "Rio de Janeiro".

 

Um grande sonho

GC- "Paz no mundo"

 

Shows no Brasil:

GIGLIOLA CINQUETTI - “Una Storia D’Amore” 

Teatro Bradesco - São Paulo - SP | Quarta às 21h00

08/11/2017

Teatro Guaíra - Curitiba - PR | Quinta-Feira às 21h00

09/11/2017

Teatro do Bourbon Country - Porto Alegre - RS | Sexta-feira às 21h00

10/11/2017

Theatro Municipal do Rio de Janeiro – RJ | Sábado às 20h30

11/11/2017

Texto: Tânia Voss (colaboradora do Cartão de Visita)

Fotos: Duemme Music

comentar

últimos comentarios
Adorei a entrevista com a Gigliola...vou assitir a seu show hoje à noite...Abs

Por: Matteo Gentile

De: Guarulhos Data e hora: 08/11/2017 - 12:25:56

sensacional a entrevista, ameiii, parabens.. perfeita

Por: Ana Paula Favali Orlando

De: sao paulo Data e hora: 31/10/2017 - 18:18:37