Sexta-Feira | 20 de Outubro de 2017 | 16h12

Vencedora do Oscar, Lupita Nyongo relata assédio de Harvey Weinstein

Lupita Nyong'o

Foto: Reprodução

 

A vencedora do Oscar, Lupita Nyong’o, revelou ao The New York Times que também já foi vítima do produtor Harvey Weinstein, acusado recentemente de assédio sexual por várias atrizes de Hollywood.

Em um longo relato, ela dá detalhes dos episódios e diz ter se sentido "doente até o fundo do estômago" depois que acusações de dezenas de mulheres se tornaram públicas. "Senti uma explosão de fúria ao perceber que minha experiência não foi um incidente único, mas sim parte de um padrão de comportamento sinistro."

A atriz de "Star Wars" conta ter conhecido o produtor durante o Festival de Cinema de Berlim, quando ainda era uma estudante. Pouco depois, ele a teria convidado para assistir a um filme em sua casa, em Westport, Connecticut (EUA).

Na ocasião, segundo Lupita, Weinstein pediu para massagear suas costas, e ela achou mais seguro se oferecer para massageá-lo. "Isso me permitiria ter controle físico e saber exatamente onde suas mãos estavam."

"Em pouco tempo, ele disse que queria tirar suas calças. Eu lhe pedi para não fazer isso e disse que me deixaria extremamente desconfortável. Ele se levantou e fui para a porta, dizendo que não estava confortável com isso".

Em outro encontro, em um jantar em Nova York, o produtor teria lhe feito propostas sexuais. "Se eu quisesse ser uma atriz, então eu tinha que estar disposta a fazer esse tipo de coisa", escreveu ela. "Ele disse que namorou a famosa atriz X e Y e olha onde isso as levou."

Depois de ganhar o Oscar por "12 Anos de Escravidão" em 2014, Lupita continuou a ser perseguida por Weinstein, de acordo com o relato. Ela conta ter negado convites para participar de produções chefiadas por ele.

"Eu tinha arquivado minha experiência com Harvey longe da minha mente, juntando-me à conspiração de silêncio que permitiu que esse predador vagasse por tantos anos", disse a atriz. "Me senti muito sozinha quando essas coisas aconteceram, e me culpei por muito disso, bem como muitas das outras mulheres que compartilhavam suas histórias ".

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.