Segunda-Feira | 16 de Outubro de 2017 | 19h29

De olho na coroa, a Miss Brasil Mundo 2017 intensifica preparação para o Miss World

Por Tamara Almeida

Gabrielle Vilela está na China, a Miss Brasil Mundo 2017 segue focada no Miss World, que está previsto para o dia 18 de novembro em Sanya - China, Gabrielle viajou para o país oriental para intensificar sua preparação com um dos melhores preparadores de misses do mundo, Alexander Gonzalez, que no ano passado também foi responsável pela preparação da Miss Mundo Brasil 2016, Beatrice Fontoura.
 
Eleita no dia 12 de agosto, a fluminense que iniciou ainda aqui no Brasil, na semana que foi eleita, a sua preparação para o concurso internacional, falou um pouco sobre a expectativa do que desenvolverá junto ao preparador venezuelano: “Alex tem uma experiência incrível, tanto em concursos de beleza, quanto de vida. Confio nele para fazer um trabalho belíssimo no Miss Mundo, e é isso em que temos trabalhado: no desempenho dentro do concurso em si. Ele tem me ajudado não só a me moldar como Miss, mas a transcender minha essência enquanto pessoa”, destacou a miss bastante confiante.

 


Gabrielle competiu com cerca de 42 lindas mulheres de todo o Brasil, na cidade de Angra do Reis/RJ, onde o concurso foi realizado. Ela nos contou qual foi o segredo que a levou à vitória: “A confiança em mim mesma foi fundamental. Meu maior problema em todos os concursos de beleza era exatamente esse, logo, no Miss Brasil Mundo 2017 precisei fazer diferente. Aprendi a confiar em mim, entender meus pontos altos e minhas limitações. Me conhecer. Acho que esse foi o diferencial”.

O Beleza com Propósito é a principal etapa para a eleição da Miss World. Em 2014 o Brasil venceu essa etapa com o trabalho sobre a Hanseníase, desenvolvido por Júlia Gama, Miss Brasil 2014. Gabrielle destacou o trabalho que já vinha sendo desenvolvido e o que ainda será feito para levar ao concurso, afinal, uma miss deve não só carregar o nome da sua nação através da beleza, mas também, pelo papel social que exerce: “Para o Miss Brasil Mundo trabalhei junto à Aldeia Indígena de Angra Dos Reis, a maior aldeia indígena do sul fluminense. Juntos, conseguimos levar água potável e iluminação pública para eles, duas necessidades que eles não tinham acesso. A luta é grande e ainda falta muito. Continuo com a aldeia, levando o projeto ao Miss Mundo e, somando a isso, levo, também, trabalhos feitos na instituição Pella Bethânia, Casa de repouso de idosos e pessoas com necessidades especiais, localizada em Taquari-RS, onde pude conhecer durante parte do meu treinamento no Rio Grande do Sul, com Livi Treinamento”, ressaltou orgulhosa a miss.

 


Entre os anos de 2012 e 2016 o Brasil obteve 5 classificações. No ano passado, a nossa representante brasileira alcançou a 7ª colocação, cuja coroa foi conquistada pela Miss Porto Rico, Stephanie del Valle. Este ano o Miss World realizará a sua 67º edição e a Miss Brasil Mundo 2017, que concorrerá com cerca de 104 lindas mulheres de todo o mundo, prometeu que fará o possível para trazer a segunda coroa para o Brasil e quebrar o jejum de 46 anos: “Estou me preparado arduamente a cada dia para trazer a tão sonhada coroa para o meu país. Tenho certeza que eu posso orgulhar muito o meu povo e, por isso, estou trabalhando para  que possamos ouvir o nome do Brasil no anúncio da Miss World 2017 ”.
 
Fotos: Divulgação/ LV ASSESSORIA

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.