Quinta-Feira | 12 de Outubro de 2017 | 16h22

Ator de Todo mundo odeia o Chris revela ter sofrido abuso sexual

Ator de 49 anos usou as redes sociais para revelação. Foto: Facebook/Reprodução

Terry Crews

Foto: Reprodução

 

Conhecido por seus personagens em Todo mundo odeia o Chris e As branquelas, o ator Terry Crews revelou nas redes sociais que já sofreu assédio sexual por um importante executivo de Hollywood.

Vale lembrar que o desabafo ocorreu à luz das crescentes denúncias de assédio contra o produtor Harvey Weinstein, cujas vítimas incluem as atrizes Angeline Jolie e Gwyneth Paltrow. A mulher de Weinstein, Georgina Chapman, e alguns amigos, como Hillary Clinton e Barack Obama, se pronunciaram publicamente condenando as ações. 

"Essa coisa toda com o Harvey Weinstein está me dando estresse pós traumático. Sabe por quê? Porque esse tipo de coisa já aconteceu comigo. Eu e minha esposa estávamos em um evento no ano passado e um executivo de alto escalão em Hollywood se aproximou e apertou as minhas partes íntimas. Assustado, perguntei: 'O que você está fazendo?'. Minha esposa viu tudo e olhou para ele como se fosse louco. Ele apenas sorriu como um idiota", escreveu Terry.

O ator afirma que pensou duas vezes antes de agredi-lo ou tomar qualquer atitude em relação ao assédio porque tinha medo de como o caso iria repercutir na mídia. "'Homem negro de 108 kgs agride chefe de Hollywood' seria a manchete no dia seguinte. E eu nem poderia ler pois iria estar na cadeia. Então fomos embora", descreve ele. O comediante diz ter contado sobre o assédio a todos que trabalhavam com o empresário, não identificado, que depois se desculpou, mas "nunca deu uma explicação sobre o motivo de ter feito aquilo". 

Crews diz sentir solidariedade pelas vítimas de Harvey e lembra que esse tipo de situação se repete em diversos ambientes. "Quem vai acreditar em você? Poucos. Quais serão as consequências? Muitas. Você está pronto para ser esquecido? Não. Eu empatizo e entendo aquelas que permaneceram em silêncio, mas Harvey não é o único culpado. Hollywood não é o único lugar em que isso acontece. E, para as vítimas deste comportamento: você não está sozinho", concluiu ele. 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.