Quarta-Feira | 27 de Setembro de 2017 | 10h18

Polo e Corolla ganham máxima qualificação em segurança para proteção de adulto e criança

A quinta série de resultados de 2017 do programa de avaliação de veículos novos para a América Latina e o Caribe, o Latin NCAP, divulgou hoje resultados alentadores para o Toyota Corolla e o Volkswagen Polo. Ambos os modelos conseguiram a máxima qualificação tanto para a proteção do ocupante adulto como para a proteção do ocupante infantil.

O Volkswagen Polo, produzido no brasil e recém-lançado, ganhou cinco estrelas tanto para a proteção do ocupante adulto como para a do ocupante infantil. O modelo foi avaliado no impacto frontal, no impacto lateral e no impacto lateral de poste. Os airbags de cabeça-tórax apresentaram um rendimento robusto em ambos os impactos laterais. O controle eletrônico de estabilidade (ESC POR SUAS SIGLAS EM INGLÊS) cumpre com as condições do Latin NCAP. A respeito da segurança infantil, o polo respeita a normativa i-size, oferecendo uma boa segurança em impactos para crianças, conta com ancoragens isofix, interruptor para desligar o airbag do passageiro, quando um sri é instalado aí olhado para trás, e cintos de três pontos em todas as posições, de forma padrão. Portanto, o polo conseguiu as cinco estrelas para a proteção do ocupante infantil, proporcionando, também, proteção para pedestres, padrão. Isso fez que ganhasse o prêmio Latin NCAP advanced award ao oferecer essa característica de segurança tão importante.

O Toyota Corolla, recém-atualizado, com sete airbags e controle eletrônico de estabilidade de forma padrão, conseguiu as cinco estrelas tanto para a proteção do ocupante adulto como para o ocupante infantil. O modelo, que tinha sido previamente avaliado em 2014 e obtido cinco estrelas para a proteção do ocupante adulto, foi reavaliado conforme o último protocolo do Latin NCAP e auditado em diferentes versões de diversas plantas. O bom desempenho no impacto frontal, no impacto lateral, no impacto lateral de poste e o controle eletrônico de estabilidade [8], que cumpre com os requerimentos do Latin NCAP, permitiram ao Corolla ganhar as cinco estrelas para a proteção do ocupante adulto. A Toyota demonstrou, mais uma vez, que é possível colocar o dummy de três anos de idade olhando para trás, produzindo benefícios relevantes à proteção infantil no impacto frontal. Assim, alcançava as cinco estrelas para a proteção do ocupante infantil. O Latin NCAP também auditou a versão do Corolla fabricada nos estados unidos no impacto frontal, testada em impacto lateral em 2014, apresentando resultados satisfatórios e conquistando as cinco estrelas.

A versão fabricada nos estados unidos abastece alguns mercados da região. O Corolla também recebeu o prêmio Latin NCAP Advanced Award no tocante à proteção dos pedestres. O resultado do Corolla é válido para todos os Corolla desde setembro de 2017.

ALEJANDRO FURAS, SECRETÁRIO GERAL DO LATIN NCAP, DISSE:

"Esses resultados são muito alentadores. É uma mensagem clara para os governos, os consumidores, os fabricantes de automóveis que investem em uma maior segurança e para aqueles que ainda estão adiando, em nossos mercados, a incorporação dos níveis mínimos de segurança do mundo. Esses últimos resultados são uma consequência da reação dos consumidores e da resposta dos fabricantes e do mercado, pois estão introduzindo níveis de segurança cinco estrelas além, e bem antes, de qualquer regulação governamental em toda a região. Consideramos, também, que é ótimo ter o resultado do Latin NCAP apenas um modelo é lançado à venda, e não ter que esperar meses para os consumidores contarem com essa informação. Imaginem que tão longe poderíamos chegar se todos os veículos do mercado fossem testados pelo Latin NCAP.

Assim sendo, os consumidores contariam com informação sobre a segurança de cada carro ao comprar um novo. É possível e fatível.

Torçamos agora por carros mais seguros na América Latina”.

RICARDO MORALES RUBIO, PRESIDENTE DA COMISSÃO DIRETIVA DO LATIN NCAP, DISSE:

“Esses dois modelos populares demonstram claramente que é possível oferecer modelos produzidos localmente com níveis de segurança de cinco estrelas em 2017. Esperamos que esse fato anime outros fabricantes a acompanharem os passos da Toyota e da Volkswagen. Os fabricantes estão mostrando seu compromisso com relação a veículos mais seguros, embora faltem regulamentações sólidas de segurança em toda a região. Esses resultados demostram aos governos a capacidade dos fabricantes, bem como que não há escusa para adiar a adoção de medidas de segurança mínimas que se foquem em salvar as vidas dos consumidores da América Latina e do Caribe”

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.