Segunda-Feira | 25 de Setembro de 2017 | 16h53

A comédia HORTANCE - A VELHA

com Grace Gianoukas, teve sua estréia dia 9 de setembro - sábado, no Teatro Renaissance, em São Paulo

Após passagem de sucesso pelo Rio de Janeiro, espetáculo com direção de Fred Mayrink fica em curta temporada na capital paulista até 29 de outubro

(crédito: Priscila Prade)

fotos:  https://we.tl/x3YTYUfVVu  (link disponível até 05/09)

Facebook: https://www.facebook.com/hortanceavelha/

Chega a São Paulo no próximo dia 9 de setembro (sábado), o espetáculo teatral Hortance, A Velha, com a atriz Grace Gianoukas. A comédia de autoria de Gabriel Chalita, com a colaboração de Michelle FerreiraFred Mayrink e, pela própria Grace Gianoukas, desembarca na capital paulista depois de reconhecida e aclamada passagem pelo Rio de Janeiro.  O espetáculo consolida a bem sucedida parceria entre Gianoukas e Mayrink, ocorrida na novela Haja Coração, da TV Globo, em 2016.

Hortance, A Velha

Hortance é uma mulher pioneira, uma mulher empoderada, com uma alma livre,  a frente do seu tempo e que acabou vencendo diversas barreiras. Entre elas, foi expulsa de casa por ser ?moderna demais?, tornou-se dona de um cabaré que recebeu diversas personalidades, como Shakespeare, Nero, Getúlio Vargas, Stalin, Sartre, Simone de Beauvoir e Che Guevara. Agora, quase centenária, revisita um apanhado de histórias que viveu e pessoas que conheceu. Mas Hortance já está um pouco esquecida, devido à idade, e confunde as histórias, os tempos e as biografias de todos que passaram por sua vida. A partir de todas estas lembranças, a Velha preenche os dias e reconstrói de maneira cômica e emocionante sua própria vida, afirmando a dignidade de envelhecer tendo-a vivida por inteiro.

Dentro das paredes do cabaré, Hortance vive com um amontoado de recordações que acumulou ao longo da vida, além da companhia da irmã Aliquianni e de um gambá. Ao mesmo tempo em que se encontra imersa nesse universo particular, ela não está sozinha, em um dos momentos mais tocantes, Hortance vê no público sua companhia como clientes do cabaré para recriar essa jornada. Com o mundo inteiro dentro dela, Hortance é uma mulher de todos os tempos, de grandes amores e fortes laços de amizade.

Hortance, A Velha é uma obra não realista que, de forma leve, cativante e descontraída, convida o público para uma reflexão espontânea sobre o envelhecimento natural, o envelhecimento com dignidade. A comédia provoca risos, emoções, uma mistura de sentimentos - assim como a vida. O espetáculo é uma grande homenagem às mulheres e às pessoas em geral que, conseguiram, apesar de todas as dificuldades, seguirem seus objetivos de corpo e alma, provando como vale a pena viver.

Para Gianoukas, Hortance é uma oportunidade: ?Tenho quase 34 anos de profissão e essa comédia veio como um abraço. Esse espetáculo amparado por todo mundo me dá a oportunidade de, como atriz, andar nessa estrada de sinuosas emoções.?

atriz - GRACE GIANOUKAS

Escreveu vários textos para teatro, como a comédia NÃO QUERO DROGA NENHUMA, que ficou cinco anos em cartaz, além de ter produzido projetos culturais com a Cia. Harpias e Mansfield, que fundou com Ângela Dip e Marcelo Mansfield, levando o teatro de humor para bares e casas noturnas de São Paulo. Depois de atuar em espetáculos como O AMIGO DA ONÇA, de Chico Caruso, com direção de Paulo Betti, e O PEQUENO MAGO, do grupo XPTO, trabalho que lhe rendeu o Prêmio do Ministério da Cultura de melhor atriz, criou o TERÇA INSANA, projeto que renovou o humor no início dos anos 2000, e que permanece em turnê pelo Brasil até hoje. No ano passado, Grace Gianoukas fez enorme sucesso na televisão interpretando a personagem Teodora Abdala, na novela HAJA CORAÇÃO, na TV Globo.

 

direção - FRED MAYRINK

Começou a carreira como ator. Em 1984, estreou no teatro, num espetáculo infantil. Na televisão, sua estreia foi em 1987, na novela BAMBOLÊ, aos 11 anos. Fred atuou em diversas outras produções da TV Globo até que, há cerca de 20 anos, começou a trabalhar atrás das câmeras, como assistente de direção. Como diretor-geral, tem em seu currículo novelas como CAMINHO DAS ÍNDIAS, que conquistou o 37º Emmy Internacional, em 2009, SETE PECADOS, VIVER A VIDA, O ASTRO, que também levou o Emmy, em 2012, ARAGUAIA, SALVE JORGE, ALTO ASTRAL e HAJA CORAÇÃO. Fred Mayrink  ainda escreveu e dirigiu o espetáculo infantil ?Pedro no mundo da imaginação?.

 

texto - GABRIEL CHALITA

Revelou-se escritor já aos 12 anos, quando publicou seu primeiro livro. Aos 15, criou uma coleção destinada a crianças em idade de catequese. Em sua obra, estão mais de 70 títulos. Dos livros publicados, dois já foram lançados no exterior: "Os dez mandamentos da ética" (em 2004, na Argentina, no Chile e na Espanha, pela Editora Aguillar/Santillana) e "Pedagogia do amor" (em 2006, na Espanha, pela Editora PPC/SM). Preside a Academia Paulista de Letras, é educador, palestrante, mestre e doutor em Direito e atualmente escreve as histórias de um projeto que conta com a participação de Stan Lee (escritor e criador de super-heróis como Homem-Aranha, Hulk e Homem de Ferro).

 

 

 

sobre os  figurinos -  ALESSANDRA BARRIOS

O figurino de HORTANCE, A VELHA foi construído como a naturalidade e liberdade da personagem. As inspirações são mulheres de bordeis parisienses, como as das obras de Toulouse Lautrec. Seu visual é atemporal, resultado da vida que leva, dos acúmulos psicológicos e de sua própria trajetória.

 

sobre a cenografia - JULIANA CARNEIRO

O cenário é a mistura de uma casa com um típico cabaré do início do século XX. Estão inseridos ali objetos que fazem parte da história da personagem, de tudo o que ela viveu. Há uma mistura de itens atuais com antigos, para não perder o glamour. Renda e veludo são alguns dos tecidos usados na decoração desse espaço.

 

FICHA TÉCNICA

texto: Gabriel Chalita

colaboração dramatúrgica: Fred Mayrink, Grace Gianoukas e Michelle Ferreira

direção: Fred Mayrink

elenco: Grace Gianoukas

cenário: Juliana Carneiro

iluminação: Paulo Brakarz

figurino: Alessandra Barrios

trilha sonora: Iuri Sant?Anna

visagismo: Eliseu Cabral

direção de produção: Marlene Salgado

assessoria de imprensa: Marra Comunicação

 

co-patrocínio:

Estácio - Ensino Superior do Brasil

CNA - Inglês Definitivo

 

realização:

Fontes Paiva Realizações

Ministério da Cultura - Governo Federal

 

SERVIÇO - Hortance, A Velha:

Teatro Renaissance

endereço: Alameda Santos, 2233 - Jardim Paulista - São Paulo - SP, 01419-002

fone: (11) 4003.1212

curta Temporada: de 9 de setembro a 29 de outubro

dias e horários: sábados, às 21h30 e domingos, às 18h

gênero: comédia

duração: 60 minutos

classificação etária: acima de 14 anos

capacidade: 420

acessibilidade

ingressos: R$ 80,00

bilheteria: de terça a domingo, das 14h às 20h; pagamento em dinheiro e cartões

venda online: ingressorapido.com.br

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.