Sexta-Feira | 8 de Setembro de 2017 | 17h5

Os benefícios da dança como atividade física

Dançar é se sentir livre, é conhecer o corpo e aprender a se expressar através dele, é garantir novos amigos e trabalhar para melhorar a saúde. O exercício da dança mexe com todos os músculos do corpo ao mesmo tempo, e é justamente por isso que a atividade deve sim ser considerada um treino.

 

 

 

Se você está em dúvida na hora de escolher qual atividade praticar para acabar com o sedentarismo, a dança é uma ótima opção, já que ela te permite escolher o ritmo e o tempo que você quer trabalhar com uma infinidade de estilos como jazz, ballet, hip hop, dança de salão, pop, flamenco, zumba, entre outros.

“A dança precisa ser encarada como exercício físico e como método de treino porque além de aumentar o gasto calórico e proporcionar a sociabilização, por ser uma atividade em grupo, também estimula o corpo todo e a gente pode se exercitar a qualquer momento”, afirma o professor de dança da Companhia Athletica Caio Fazan.

Todos os estilos de dança trazem benefícios como aumento da flexibilidade, aprimoramento da coordenação motora, melhora cardiorrespiratória, aumento da circulação sanguínea, equilíbrio da pressão arterial, ativação do sistema linfático, otimização do condicionamento aeróbico e o principal, libera endorfina. Além de ser um exercício físico excelente, dançar é também uma grande terapia. “Na Companhia Athletica temos aulas em grupo, que além dos benefícios físicos, são ótimas para trabalhar a socialização com os colegas, combater a timidez e a depressão, aumentar a autoestima e a disposição para enfrentar o dia-a-dia. E tem as aulas individuais, indicadas para as pessoas que querem aprender a coreografia toda, com uma aula mais personalizada, de acordo com os gostos e o ritmo da pessoa”, explica Caio.

A blogueira e aluna de dança Izabella Nader Toniello, conta que fez ballet por 12 anos e se encontrou nas aulas da Cia Party porque pode ter contato com outros ritmos da dança. Atualmente, declara que não troca as aulas individuais por nada no mundo. “Eu entrei na sala para ter aula de dança com o Caio e me apaixonei, me descobri. Na época minha filha estava com seis meses, eu não estava com o corpo que eu queria e precisa de atividade física, mas não queria fazer musculação.  Com as aulas de personal em dança eu consegui emagrecer 10 quilos e me descobri como mulher, como esposa, melhorei a autoestima. A dança faz bem para o meu corpo e minha alma”, diz Bella Nader.

As aulas com músicas mais dinâmicas, como reggaeton e merengue, têm solicitação cardiovascular forte, que equivale a uma caminhada moderada. Todas as danças ajudam a melhorar a postura com fortalecimento da lombar e costas. “Qualquer pessoa pode fazer, exceto pessoas que tenham alguma recomendação médica para não fazer este tipo de atividade. Inclusive é um exercício que pode auxiliar as gestantes porque a dança trabalha o quadril e a coluna fica bem protegida. Quem dança os males espanta e espanta também aqueles quilinhos extras”, finaliza o educador físico Caio Fazan. 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.