Quinta-Feira | 31 de Agosto de 2017 | 21h36

Personal trainer explica como ajuda alunos depressivos mesmo não sendo formado em psicologia

 
O educador físico e fisiculturista Marcelo Santana, conhecido como um dos principais personal trainers das celebridades, revela como um personal consegue ajudar pessoas que estão com depressão, uma vez que o Brasil é o pais com maior taxa de suicídio do mundo.
 
"Com certeza posso garantir que o personal trainer tem uma missão, além de mudar o físico das pessoas, a sensibilidade do profissional da área tem que ir além dos treinos. São inúmeros casos e histórias de alunos que nos procuram simplesmente por ter alguém para 'emprestar o ouvido' e durante o treino ter com quem desabafar e que seja de confiança. Uma relação aluno x professor. A depressão é uma doença que tem ganhado espaço na vida das pessoas, ela trabalha no silêncio, a rotina e todo sistema nos impede de enxergar muitas vezes a 'profundidade do buraco' que estamos cavando e quando vamos perceber, já estamos em depressão", pontua o educador físico.
 
Marcelo Santana também explica como um personal que não possui formação em Psicologia pode ajudar o psicológico do aluno. "Meu papel não é optar e dizer o que deve ou não deve ser feito. Não sou formado para isso, mas posso ser durante aqueles 45 minutos, uma hora, a pessoa certa que o aluno procura. Recentemente, tive uma aluna que chegou bem chateada com sua situação em casa, o quadro estava bem depressivo pois envolve família e ela me disse: 'Só estou aqui hoje porque você me entende'. Aquilo foi um choque para mim, senti o peso da responsabilidade e tentei conduzir da melhor forma para tornar aquele treino em endorfina, sem que ela percebesse. Endorfina é o hormônio relacionado ao prazer, autoestima, inibidor de apetite e um gladiador direto contra a depressão. E o treino rolou, ela foi embora, de noite me mandou mensagem agradecendo porque consegui contribuir para o que o dia dela fosse leve e que repetiria isso todos os dias", conta o personal trainer.
comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.