Terça-Feira | 22 de Agosto de 2017 | 15h29

Projeto nostálgico e inovador leva o encanto do cinema drive-in a Serrana e Sertãozinho

Fotos: Aline Arruda

Cinema/Grátis

          Nos dias 23 e 24 de agosto, o Cine Autorama visitará a cidade de Serrana, no interior de São Paulo, onde exibirá a Mostra Aventura. Na quarta-feira, às 20h15, o filme exibido será “E.T – O Extraterrestre”. Antes, às 20h, será mostrado o curta metragem “Ratão’. Já na quinta-feira, o longa exibido será “Rio”, às 20h15, e o curta, às 20h, será Pajerama. Depois, nos dias 26 e 27 de agosto, o Cine Autorama estará em Sertãozinho, também no interior do estado, onde exibirá a Mostra Ficção. No sábado, às 20h, será exibido o curta “Nada Consta” e às 20h15, o filme “De Volta para o Futuro”. No domingo, às 20h será mostrado o curta “Caminho de Gigantes” e às 20h15, o filme “O Homem do Futuro”. O Cine Autorama é um projeto de cinema ao ar livre, que retoma o modelo do charmoso Drive-in, onde as pessoas assistem aos filmes no conforto dos próprios carros. Um dos grandes diferenciais do projeto é a transmissão do som do filme feita pelo rádio FM. As pessoas podem sintonizá-lo pelo rádio do carro ou pelo celular. Além disso, a exibição acontece a qualquer que seja o clima, mesmo com frio, chuva e vendaval, já que os espectadores estão dentro dos seus carros e o telão inflável é resistente às intempéries. A entrada é sempre franca (as pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto: www.cineautorama.com.br.) O projeto, que este ano visitará 10 cidades do Interior do Rio Grande do Sul e 10 de São Paulo, foi viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Grupo CPFL Energia e realização da Brazucah Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal.

 

Nos tempos em que filmes podem ser assistidos em casa em televisores de alta definição ou nos mais diversos lugares através de tablets e celulares, o encanto do cinema drive-in está de volta. Pelo terceiro ano seguido, a Brazucah Produções apresenta o Cine Autorama, projeto de cinema itinerante com exibições de filmes ao ar livre para serem assistidos pelas pessoas dentro dos seus próprios automóveis. Este ano, pela primeira vez o projeto sai do estado de São Paulo: serão visitadas um total de 10 cidades do interior do Rio Grande do Sul e dez de São Paulo. Em cada cidade, há dois dias de exibições, cada um deles com um curta e um longa-metragem. Em um dos dias, o longa exibido é brasileiro. No outro, é internacional. A entrada é sempre franca. Em cada cidade, as pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto (www.cineautorama.com.br), mas quem não conseguir reservar vagas pelo site ou mesmo decidir de última hora ir assistir à sessão, pode ir até o local e aguardar na fila de espera.

A programação esteve dias 24 e 25 de junho na cidade de São Manuel, abrindo a etapa paulista, e depois em Promissão, nos dias 5 e 6 de julho; em Agudos, nos dias 8 e 9 de julho; em Pontal nos dias 19 e 20, em Guaíra, nos dias 23 e 24 de julho; no Guarujá, nos dias 28 e 29 de julho, em Pederneiras, nos dias 9 e 10 de agosto, e em Penápolis nos dias 12 e 13 de agosto. Antes, de 24 de maio a 7 de junho, visitou as cinco primeiras cidades gaúchas – Erechim, Santa Rosa, Três Passos, São Borja e Lajeado.  

Fotos Rafael Beraldo

           A nona cidade paulista a receber o projeto em 2017 será Serrana, nos dias 23 e 24 de agosto, com a Mostra Aventura. As sessões acontecem à av. Deolinda Rosa, 255, em frente à Escola Jardim das Rosas. Na quarta-feira, às 20h, será exibido o curta-metragem “Ratão”. Às 20h15 começa o filme “E.T. – O Extraterrestre”, dirigido por Steven Spielberg, com elenco formado por Henry Thomas, Drew Barrymore, Dee Wallace, Peter Coyote e Robert MacNaughton. entre outrosJá na quinta-feira, o domingo, o curta será “Pajerama”, também às 20h; e o longa apresentado, a partir das 20h15, será “Rio”, do diretor brasileiro Carlos Saldanha. 

         

  A décima e última cidade paulista a receber o projeto em 2017 será Sertãozinho, nos dias 26 e 27 de agosto, com a mostra Ficção.  As sessões acontecem no final da av. Egisto Sicchiere. No sábado, às 20h será mostrado o curta “Nada Consta” e às 20h15 começa o filme “De Volta para o Futuro”, dirigido por Robert Zemeckis, com elenco formado por grandes atores, como Christopher Lloyd, Michael J. Fox e Lea ThompsonJá no domingo, o curta apresentado, às 20h, será “Caminho dos Gigantes” e o longa, a partir das 20h15, será “O Homem do Futuro”, dirigido por Cláudio Torres e estrelado por nomes como Wagner Moura, Alinne Moraes, Maria Luisa Mendonça e Gabriel Braga Nunes.

Após o Sertãozinho, o Cine Autorama volta para o Rio Grande do Sul, para sessões, em setembro e outubro, em Campo Bom, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Canoas e Gravataí.

            Em Serrana e Sertãozinho, o projeto é viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da CPFL Energia, parceria do Instituto CPFL, da Prefeitura Municipal, da Sices Brasil e da Associação Cultural Simbora; e realizado pela Brazucah Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal.

Fotos Danilo Ramos

            Mesmo com um pé fincado na nostalgia, o Cine Autorama tem o outro pé na modernidade. A equipe percorre o Brasil em uma moderna van, equipada com projetor de alta luminosidade, e na exibição dos filmes o áudio é transmitido de forma inovadora: através de uma estação de rádio FM. “Basta ligar o rádio do carro ou mesmo sintonizar através do smartphone”, conta Marco Costa, da Brazucah Produções, coordenador do projeto. Além disso, a exibição pode ser realizada em qualquer clima, mesmo com frio, chuva e vendaval. “Nossa estrutura lembra muitas vezes a de um circo, já que montamos tudo rapidamente, em um único dia. Nas diversas cidades, as pessoas ficam encantadas quando veem surgir o telão, inflável, de 14X10 metros, que é resistente a todas as condições climáticas”, acrescenta Marco Costa.

O Cine Autorama é montado em espaços públicos amplos que comportam, dependendo da área oferecida pela cidade, entre 50 e 200 carros. Não há cobrança de ingressos. Na chegada, após passarem por um pórtico de entrada, o público (formado por casais e famílias inteiras) são recepcionados por promotores que oferecem orientações e a programação. Se o espectador precisa de mais alguma informação ou ajuda, basta ligar o pisca-alerta, que logo um monitor vai até o carro.

A equipe do Cine Autorama está preparada para resolver os mínimos detalhes. Se alguém não possui rádio no carro ou smartphone, recebe emprestado uma caixinha de música, para acompanhar o filme. Este ano, há uma inovação: em cada cidade serão disponibilizados 30 assentos ao ar livre para pessoas que não dispõem de veículos. 

            De acordo com Marco Costa, a escolha dos filmes passa por uma análise criteriosa. “O conceito da curadoria é selecionar duplas de filmes que tragam alguma memória afetiva e nostálgica que reforce o próprio sentimento de resgate que existe no projeto. Sempre buscamos que o filme nacional traga uma produção contemporânea que possibilite algum diálogo com a obra internacional. Além disso, há sempre a opção de um filme infanto-juvenil para os pais que levam os filhos. As duplas de filmes guardam algum diálogo temático, de gênero cinematográfico ou alguma referência entre si. Por isso, as exibições foram divididas em cinco mostras – Musical, Ficção, Aventura, Animação e Empoderamento. Cada cidade recebe uma das mostras”, conta Marco Costa.

Cenas dos filmes em apresentação.

            Os longas que serão exibidos em 2017 são: “Grease – Nos Tempos da Brilhantina”, “Elis”, “De Volta para o Futuro”, “O Homem do Futuro”, “Valente”, “Que Horas Ela Volta?”, “E.T – O Extraterreste”, “Rio”, “Toy Story”  e “Uma História de Amor e Fúria”.  Esta é a relação dos curtas: “O Melhor Som do Mundo”, “Dá licença de contar”, “Nada Consta”, “Guida”, “A Menina Espantalho”, “Ratão”, “Pajerama”, “O Projeto de meu Pai” e “Caminho dos Gigantes”.  

            As sessões do Cine Autorama são parte do Circuito CPFL, projeto do Instituto CPFL que promove eventos abertos ao público com o melhor das manifestações artísticas, culturais e esportivas do País, sempre com entrada gratuita. Em 2017, o Circuito passará por 85 cidades de São Paulo, Rio Grande do Norte, Ceará e Rio Grande do Sul.

 

Programação do Cine Autorama em Serrana

 

Dia: 23 de agosto, quarta-feira

Local: Avenida Deolinda Rosa, 255, em frente à Escola Jardim das Rosas.

Programação da Mostra Aventura

20h – Exibição de um curta-metragem “Ratão”

20h15 – Exibição do longa “E.T – O Extraterreste”

Entrada franca (reservar lugar através do site www.cineautorama.com.br)

 

Sinopse de “Ratão” (2010, 22min, Livre)

Dirigido por Santiago Dellape, mostra a história de Goma, um garoto que ajuda Tio a vender CD´s piratas na Feira do Paraguai, em Brasília. Enquanto Tio busca iluminação espiritual, Goma se envolve com a máfia japonesa que controla a Feira.

 

Sinopse de “E.T. – O Extraterrestre” (1982, 2h01min, Livre)

Dirigido por Steven Spielberg, o filme conta a história de um menino faz amizade com um pequeno alienígena inofensivo que ficou sozinho na Terra, protegendo-o de todas as formas para evitar que seja capturado e transformado em cobaia. Gradativamente, após sustos iniciais, de ambas as partes, surge uma forte e sólida amizade. O filme ganhou em 83, o Oscar nas categorias de Melhor Trilha Sonora, Melhores Efeitos Especiais, Melhores Efeitos Sonoros e Melhor Som. Foi também indicado nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Fotografia e Melhor Edição. No mesmo ano, também ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme (drama) e Melhor Trilha Sonora, além de ser indicado para Melhor Diretor, Melhor Roteiro e Melhor Revelação Masculina (Henry Thomas). No elenco, Henry Thomas, Drew Barrymore, Dee Wallace, Peter Coyote e Robert MacNaughton. E.T. – O Extraterrestre foi a maior bilheteria da história do Cinema por 11 anos, até ser ultrapassado por Jurassic Park, também de Spielberg, em 93.

 

Dia: 24 de agosto, quinta-feira

Local: Avenida Deolinda Rosa, 255, em frente à Escola Jardim das Rosas..

Programação da Mostra Aventura

20h - Exibição de um curta-metragem Pajerama

20h15 – Exibição de “Rio”

Entrada franca (reservar lugar através do site www.cineautorama.com.br)

 

Sinopse de “Pajerama” (2008, 9min)

Neste curta dirigido por Leonardo Cadaval, um índio é pego numa torrente de experiências estranhas, revelando mistérios de tempo e espaço.

 

 

Sinopse de “Rio” (2011, 1h36min, Livre)

Bela história dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha. Capturada por contrabandistas de animais quando tinha acabado de nascer, a arara de nome Blu nunca aprendeu a voar e vive uma vida domesticada feliz em Minnesota, nos Estados Unidos, com sua dona, Linda. Blu pensa que é a última arara de sua espécie, porém quando descobrem que Jewel, uma fêmea, vive no Rio de Janeiro, Blu e Linda vão ao seu encontro. Os contrabandistas capturam Blu e Jewel, mas as aves escapam e começam uma aventura arriscada rumo à liberdade.

 

*Projeto Viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da CPFL Energia, parceria do Instituto CPFL, da Sices Brasil e da Associação Cultural Simbora, e realizado pela Brazucah Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal.

 

**Em Serrana, o Cine Autorama conta também com a parceria da Prefeitura Municipal.

 

***As pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto (www.cineautorama.com.br). Mas quem não conseguir reservar vagas pelo site ou mesmo decidir de última hora ir assistir à sessão, pode ir até o local e aguardar na fila de espera.

 

 

       Programação do Cine Autorama em Sertãozinho

 

Dia: 26 de agosto, sábado

Local: Final da av. Egisto Sicchiere

Programação da Mostra Ficção

20h – Exibição do curta-metragem “Nada Consta”

20h15 – Exibição do longa “De Volta para o Futuro”

Entrada franca (reservar lugar através do site www.cineautorama.com.br)

 

Sinopse do curta “Nada Consta” (2007, 8min)

Diretor: Santiago Dellape - Brasília, 2017, Randau do Congo Naya precisa viajar à lua para se casar com Póla Harrison. É nessa hora que ele gostaria de não ter protestado contra a criação do Governo Mundial Robótico. Malditos robôs!

 

Sinopse do filme “De Volta para o Futuro” (1985, 2h, Livre) 

Diretor: Robert Zemeckis, com elenco formado por grandes atores, como Christopher Lloyd, Michael J. Fox e Lea Thompson. Um jovem aciona acidentalmente uma máquina do tempo construída por um cientista em um Delorean e retorna aos anos 50. Lá conhece sua mãe, antes do casamento com seu pai, que fica apaixonada por ele. Tal paixão põe em risco sua própria existência, pois alteraria todo o futuro, forçando-o a servir de cupido entre seus pais.

 

Dia: 27 de agosto, domingo

Local: Final da av. Egisto Sicchiere

Programação da Mostra Ficção

20h - Exibição do curta-metragem “Caminho dos Gigantes”  

20h15 – Exibição de “O Homem do Futuro”

Entrada franca (reservar lugar através do site www.cineautorama.com.br)

 

Caminho dos Gigantes (2016, 12min)

Do diretor Alois Di Leo. Em uma floresta de árvores gigantes, Oquirá, uma menina indígena de seis anos, vai desafiar seu destino e entender o ciclo da vida.

 

Sinopse do longa O Homem do Futuro (2011, 1h46min; 12 anos)

Dirigido por Cláudio Torres e estrelado por nomes como Wagner Moura, Alinne Moraes, Maria Luisa Mendonça e Gabriel Braga Nunes. João/Zero é um cientista genial, mas infeliz porque há 20 anos atrás foi humilhado publicamente durante uma festa e perdeu Helena, antiga e eterna paixão. Certo dia, uma experiência com um de seus inventos permite que ele faça uma viagem no tempo, retornando para aquela época e podendo interferir no seu destino. Mas quando retorna, descobre que sua vida mudou totalmente e agora precisa encontrar um jeito de mudar essa história, nem que para isso tenha que voltar novamente ao passado. Será que conseguirá acertar as coisas?

*Projeto Viabilizado através da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da CPFL Energia, parceria do Instituto CPFL, da Sices Brasil e da Associação Cultural Simbora, e realizado pela Brazucah Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal.

 

**Em Sertãozinho, o Cine Autorama conta também com a parceria da Prefeitura Municipal.

 

***As pessoas devem reservar seus lugares nas sessões através do site do projeto (www.cineautorama.com.br). Mas quem não conseguir reservar vagas pelo site ou mesmo decidir de última hora ir assistir à sessão, pode ir até o local e aguardar na fila de espera.

 

Uma breve história do Cine Autorama

O projeto foi iniciado em 2015, em parceria com o Shopping Continental Osasco, na Grande São Paulo.  Foram realizadas 16 sessões ao longo de dois meses, como evento especial de aniversário do shopping. Foram exibidos filmes como “E.T”, “Os Caças Fantasmas” e “Titanic”.  Durante o período, estiveram no local cerca de 1.120 carros e 2.800 pessoas.

Em 2016, o Cine Autorama também participou do circuito CPFL Cultura e Arte. Foram 40 sessões em 20 cidades no interior do Estado de São Paulo, ao longo de quatro meses: Altinópolis, Avaré, Barretos, Bebedouro, Brodowski, Capivari, Hortolândia, Ibitinga, Itapira, Ituverava, Jaú, Matão, Mirassol, Mococa, Monte Alto, Orlândia, Paulínia, São Joaquim da Barra, São José do Rio Preto e Taquaritinga. Cerca de 2.260 carros e 5.600 pessoas compareceram.

Este ano, pela primeira vez que o Cine Autorama sai do estado de São Paulo. A expectativa é que nos dois estados, São Paulo e Rio Grande do Sul, a programação seja assistida por cerca de 7.500 pessoas. “A ideia é despertar a curiosidade do público, resgatando o estilo de sessão de cinema drive-in e, claro, o interesse para o próprio Cinema, especialmente no tocante aos filmes nacionais. No final, queremos que as pessoas aproveitem e se divirtam com essa experiência nostálgica”, diz o diretor.

 

Uma breve história do Drive-in

Assim como acontece em relação ao resgate dos LPs, em diversos países têm surgido projetos e movimentos relacionados do cinema Drive-in. Nos Estados Unidos, empresas e sociedade têm realizados campanhas para salvar a extinção e resgatar esse modelo de exibição que faz parte da memória afetiva do país e que nas décadas de 1930 e 40 contava com o incrível número de quatro mil lugares de exibição e que continuou forte até a década de 70.

No Brasil, o cinema Drive-in chegou com força na década de 60 e teve seu apogeu nos anos 70. Em São Paulo, um dos lugares mais conhecidos era o Chaparral, inaugurado em 71, no bairro da Penha. Também foram muito conhecidos o Snob’s Auto Cine (68), na avenida Santo Amaro. E o Moon Auto Cine (70), localizado na avenida Interlagos.

Ao contrário dos Estados Unidos, os drive-in no Brasil tiveram pouca longevidade, já que na década de 70 com as transmissões via satélite e o surgimento da televisão a cores fortaleceram demais a televisão.  Muitos drive-in fecharam. Outros tantos se tornaram motéis e aos poucos a ideia de ida ao drive-in deixou de ser associada a um programa cultural e familiar. 

Nos últimos anos, também no Brasil o resgate do drive-in tem acontecido.  “Descobriu-se que está na memória afetiva até de quem nunca assistiu a um filme em um drive-in, mas já assistiu alguma referência a ele em algum filme antigo ou mesmo em um desenho animado, como os Flintstones”, analisa Marco Costa, sócio da Brazucah Produções e diretor do projeto Cine Autorama, que entra em 2017 em seu terceiro ano.    “O objetivo do projeto de resgatar o conceito e a memória original desses espaços de exibições de filmes, movimento que está em ascensão no País. É fascinante saber que o Drive-in Chaparral voltou a realizar sessões, em parceria com o SESC Osasco, no estacionamento da instituição e tem sido um grande sucesso de público. Há outras iniciativas que também podem ser destacadas, como o Cine Drive-in de Brasília. Felizmente, o Cine Autorama cresce a cada ano. Estaremos agora em várias cidades de São Paulo e Rio Grande do Sul e a previsão é que em 2018 o nosso projeto viaje para aos menos cinco estados do País”, conta Marco Costa. 

 

Veja algumas curiosidades sobre o Cine Autorama

 

* Foram realizadas duas sessões voltadas a fanáticos por carros antigos. Nesses eventos foi exibido o documentário “Nutz – Loucos por Carros”, de Dino Dragone. - Uma mulher foi de van com os pais mais velhinhos e os três filhos e seu marido foi de carro, para todos terem a oportunidade de ver o filme. Ela nos abraçou e falou que realizou um sonho. Isso foi em Hortolândia-SP

*As pessoas vão assistir aos filmes nos mais diferentes trajes. Desde gente que vai elegante, como se fosse a um cinema no Shopping ou mesmo a um teatro, a pessoas que vão despojadas. Na cidade de Jaú, um espectador foi de pijama!;

*Em São José do Rio Preto, a produção foi procurada por um senhor que fazia questão de se apresentar. Ele contou que trabalhou no cinema drive-in “Auto Cine Aquarius”, nos anos 80. Estava extremamente feliz e até emocionado por mostrar ao filho como era essa experiência;

*As pessoas vão ao Cine Autorama nos mais variados veículos. Em Capivari, aconteceu uma cena inusitada: um casal foi assistir ao filme de charrete;

*Embora exista comida para ser consumida no próprio local do drive-in, algumas pessoas levam lanches de casa, como pizzas e sanduíches.

 

Sobre a Brazucah

   A Brazucah é uma produtora cultural e agência de comunicação que tem como objetivo a formação de público para o cinema brasileiro.

   Desde 2002 no mercado de cinema, a Brazucah já realizou, em seus diferentes projetos, ações de divulgação para mais de 120 filmes dos mais diferentes perfis, como “Gonzaga - de pai pra Filho”, de Breno Silveira; “Raul – o início, o fim e o meio”, de Walter Carvalho;  “Xingu”, de Cao Hamburguer; e “Uma Noite em 67”, de Ricardo Calil.

      Como produtora cultural, a Brazucah desenvolve projetos culturais com foco em cinema brasileiro e sua democratização em parceria com organizações, empresas e marcas.  Seus projetos em conjunto  já realizaram mais de 1500 eventos  para um público superior a 200 mil espectadores. Além do Cine Autorama, se destacam projetos como o Cinesolar e o CineB.

 

 

Sobre o Instituto CPFL

           O Instituto CPFL nasceu em 2003 como um programa cultural do grupo CPFL Energia, disposto a promover o diálogo e a reflexão sobre temas e práticas do mundo contemporâneo, com foco no compartilhamento do conhecimento. O programa cresceu e hoje centraliza também ações sociais, esportivas e de qualidade de vida. Leva mobilização e transformação através do conhecimento aos mais diversos públicos, por meio de plataformas digitais e de atividades gratuitas em cidades de influência do grupo CPFL Energia. O Instituto CPFL acredita que construir valores simbólicos, empoderar diversidades, reduzir vulnerabilidades, valorizar patrimônios físicos e imateriais e incentivar projetos coletivos de vida ampliam a capacidade das pessoas de ver e de estar no mundo.

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.