Sábado | 29 de Julho de 2017 | 18h38

Em clima de festa, VII FESTAMOROSA FeijoASDA 2017 reuniu mais de 350 convidados.

No último Domingo, 23 de julho, os amorosos e convidados se reuniram em mais uma tradicional Feijoada Amorosa, evento organizado pela Associação Síndrome do Amor para arrecadar recursos para continuar os trabalhos da instituição. A VII FESTAMOROSA – FeijoASDA reuniu mais de 350 pessoas na Paróquia Santo São João Batista, localizada no bairro Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Rodrigo Colucci, Marília Castelo Branco, Laís Vilela. Crédito: Dimitri Augusto Fotografia.

Além da Feijoada Amorosa, os convidados foram presenteados com o bingo, recreação para as crianças e sorteios. Durante a festa, a fundadora Marília Castelo Branco subiu ao palco, fez os agradecimentos e cantou junto com os amorosos os parabéns em comemoração aos 10 anos de Síndrome do Amor. "Já estamos sonhando com a 8ªedição. O feedback das pessoas presentes foi muito positivo, o que nos motiva a cada vez acrescentar mais detalhes no acolhimento que é a nossa marca’’, conta Marília, fundadora da Associação.

Judith Queiroz, Marília Castelo Branco. Crédito: Dimitri Augusto Fotografia

Na música, o agito ficou por conta do Grupo Samba K que tocou o coração de todos com o samba tradicional. ‘’ Ficamos muito felizes em participar desse evento, nos emocionamos com o trabalho da Síndrome do Amor e seremos parceiros da Associação a partir de agora’’

Mara Cabral, jornalista, conta como a Síndrome do Amor a conheceu. ‘’Um dia Marília me visitou para pedir o apoio do poder público para a Associação, eu quis dar o meu apoio como pessoa e me tornei uma amorosa, assim toda nossa história começou’’.
Amorosos reunidos.  crédito: Dimitri Augusto Fotografia.
 
Ivonice Neves, coordenadora de acolhimento às famílias, relatou da onde tira toda a sua energia para o apoio ás famílias. ‘’Eu tive três cânceres, então eu aprendi nesses dezenove anos a ter um olhar diferente para a vida e viver um dia de cada vez. Tirar de cada pessoa o que há de bom nelas, esse trabalho voluntário que eu faço é muito gratificante, pois você ajuda famílias e acaba sendo ajudado também’’.

Laís Vilela, publicitária, destacou a importância da Síndrome do Amor estar presente nas redes sociais. ‘’A Síndrome do Amor é um projeto com bastante conteúdo, e que deve estar presente em todas as mídias, tanto na off-line quando na on-line. Assim, é possível potencializar e divulgar mais a mensagem que a Associação quer transmitir.

Para 2018, a expectativa é que o público aumente, e o evento se torne cada vez melhor e mais alegre para as pessoas que acreditam na Síndrome do Amor.
 
Agradecimentos:

Orca alumínio, 7at logística, Villimpress, Atelier Sônia Roveri, Alunos da hotelaria do Senac-RP, Wal Decorações, Equipe da Dona Maria (chef) , Equipe do Tonhinho (Garçons), Fabio da Recreação, Tonin supermercados, Astec Contabilidade, Prestserp, Dona Mariza do Sítio São José, Antônio Carlos Joalheiros, Samba k, Pronta Flora, Móveis Rústicos Vovó Tinha, Paróquia da Santa Cruz, Programa Holofote, Programa Dia a Dia, Programa Sexo Arroz e Internet , Jornal da Clube.
 
Sobre a Síndrome do Amor:

A Síndrome do Amor é uma associação que visa informar, apoiar e auxiliar famílias de crianças nascidas com doenças genéticas raras. Uma equipe de voluntários, formada por pessoas de todas as formações e ocupações, acolhe, hospeda, orienta e capacita famílias através de 15 grupos de apoio regionais. A sede da Síndrome do Amor se encontra na Av. Dr. Plínio de Castro Prado, 857, Jardim Palma Travassos, Ribeirão Preto – SP. Mais informações no site: www.sindromedoamor.com.br
 
comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.