Quarta-Feira | 5 de Julho de 2017 | 9h29

Médicos explicam quando é hora de parar nas intervenções

 

Já ouviu aquele ditado: “Menos é mais”? Ele pode ser usado na estética quando se trata de intervenções. Recentemente a atriz Courteney Cox, de 53 anos, disse que estava infeliz com a sua aparência depois das intervenções faciais que fez e que por isso iria diminuir os procedimentos. Mas será que é preciso parar de vez? Médicos orientam sobre os cuidados na hora de escolher o procedimento e como optar pelo melhor.

 A especialista Dra. Luciana Godinho, esteticista da clínica que leva seu nome no Rio de Janeiro, explicou que cada pessoa apresenta necessidades diferentes de tratamentos e por isso, na hora de escolher o que fazer, precisa estar atenta. Aquela vontade de minimizar o mais rápido possível os efeitos do tempo pode fazer com que escolha o tratamento errado:

“Antes de decidir o que fazer é necessário que a pessoa saiba quais resultados quer, se quer priorizar o rejuvenescimento da pele, reduzir as linhas de expressão, minimizar a aparência de manchas como o Melasma. Depois de escolhido o foco fica mais fácil decidir qual tratamento fazer”, disse

 A especialista orienta ainda que os cuidados com a pele devem ser redobrados a partir dos 30 anos. Segundo a especialista, é nessa idade que o corpo começa a sentir deficiência na produção de colágeno, o que em consequência favorece o surgimento de flacidez, rugas, marcas de expressão entre outros. Por isso, é necessário um cuidado especial, mas isso não significa que os procedimentos devem ser invasivos.

 “Não precisa ficar desesperada, porque para tudo hoje em dia tem jeito. Basta investir em cremes específicos para a hidratação da pele e em procedimentos estéticos como os Peelings”, explicou Luciana.

 O cirurgião plástico André Ramos orienta que a escolha do profissional também influencia no resultado do procedimento que deve ser feito por especialistas e com o cuidado de seguir os padrões de estética e físico de cada cliente.

“Antes de decidir o tratamento você deve pegar referências sobre o profissional que irá executar o procedimento. É importante procurar por certificações, verificar resultados anteriores, ter conhecimento se a clínica está regularizada e se toma todas as medidas de saúde. Faça sempre uma consulta antes de realizar o procedimento e retire todas as suas dúvidas. Mostre para ele exemplos do que você gostaria de ter como resultado final. Não que o seu resultado será o mesmo do que o que você apresentou. É importante lembrar que cada pessoa tem o seu biótipo e isso deve ser respeitado de maneira harmônica no paciente”, orienta.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.