Sexta-Feira | 2 de Junho de 2017 | 13h40

TONY KANAAN É MAIS UM BRASILEIRO QUE VAI PILOTAR O FORD GT NAS 24 HORAS DE LE MANS

 

A equipe Ford Chip Ganassi Racing ganhou mais um piloto brasileiro para disputar as 24 Horas de Le Mans com o Ford GT no próximo dia 17 de junho: Tony Kanaan. Campeão da Indy e das 24 Horas de Daytona, Kanaan substitui Sébastien Bourdais, que se feriu num acidente na qualificação das 500 Milhas de Indianápolis, e vai dividir o volante do Ford GT 68 com os pilotos Joey Hand e Dirk Müller. O outro brasileiro do time é Pipo Derani, que vai correr no Ford GT 67.

No ano passado, a Ford venceu em Le Mans na categoria LM GTE Pro com o GT 68 pilotado por Bourdais, Hand e Müller, conquistando também o terceiro e quarto lugares com os carros 69 e 66.

“É uma honra fazer parte do time de pilotos da Ford Chip Ganassi Racing e correr as 24 Horas de Le Mans com o Ford GT”, diz Kanaan. “Obviamente, foram circunstâncias infelizes que nos trouxeram aqui com o acidente de Sébastien, mas vou fazer o melhor para substituí-lo e tentar vencer esta corrida incrível para a equipe novamente este ano. Há muito tempo desejo correr em Le Mans e sou grato ao Chip e nossos parceiros da Ford por me darem essa oportunidade.”

Esta será a primeira corrida de Kanaan no circuito de La Sarthe, em Le Mans. Ele venceu as 500 Milhas de Indianápolis de 2013, foi campeão da Fórmula Indy em 2004 e soma 17 vitórias em corridas. Também é o piloto com mais largadas consecutivas da história da Fórmula Indy, com 265 corridas desde 2001.

Kanaan, de 42 anos, assinou com a Chip Ganassi Racing em 2014 e passou bastante tempo no Ford GT este ano. Nas 24 Horas de Daytona, liderou várias voltas com o Ford GT 69, junto com os pilotos Andy Priaulx e Harry Tincknell, e terminou em quinto lugar na categoria GTLM. Só nessa corrida, ele passou mais de sete horas e meia no volante e foi o terceiro piloto mais rápido da categoria, atrás dos companheiros de equipe Ryan Briscoe e Richard Westbrook.

“Estamos muito satisfeitos de poder contar com um piloto com a experiência e o talento de Tony nas 24 Horas de Le Mans”, diz Dave Pericak, diretor global da Ford Performance. “Certamente não é a situação ideal e estamos sentidos por Sébastien não poder defender sua vitória. Ele é parte importante da nossa família e esperamos sua completa recuperação.”

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.