Quinta-Feira | 1 de Junho de 2017 | 17h11

Caçadores de histórias: Mundo Urbex explora lugares desconhecidos e conta suas histórias em reality

Túneis em ruínas, prédios completamente esquecidos, fábricas que foram ícones da revolução industrial, ferrovias que levam a lugar algum… Lugares que, a primeira vista, podem parecer desinteressantes. Mas para os exploradores urbanos é uma excelente oportunidade de escavar importantes histórias. Liderado por Jaqueline Silva - que fez sucesso como repórter do Vídeo Show, do Mais Você e do Encontro com Fátima Bernardes, também como âncora do Jornal da Band - o movimento ganha corpo no Brasil com o Mundo Urbex que trilha importantes rotas históricas. Depois disso, eles fotografam, gravam e exibem em formato de reality de produção, ou seja, mostram como é feito um programa de TV, em  disponíveis no site www.mundourbex.com.br e também no Facebook: www.facebook.com/mundourbex, às segundas-feiras a partir das 20h. A produção fica por conta da Centrípeta.

 

Mundo Urbex é formado por profissionais de cinema, jornalismo e pesquisa histórica e Jaqueline Silva explica o DNA da equipe: "Somos exploradores urbanos e lutamos contra o descaso e o abandono de lugares históricos que estão cada vez mais desaparecendo em ruínas. Nossa meta é vasculhar cada canto, cada detalhe, cada sensação… Ultrapassar o limite do tempo e da história e reapresentar essas buscas às pessoas”.

“O Brasil tem um descaso muito grande pelo bem público e nós estamos engajados em salvar lugares do esquecimento sempre apresentando de forma divertida, com muita aventura e muito esporte. Esse formato é inovador. É a união do jornalismo com entretenimento para multi telas, ou seja, foi pensado para internet e para TV e com interação de quem assiste”, complementa.

Aqui no Brasil, alguns grupos já praticam a exploração urbana há muito tempo em lugares históricos abandonados, o que diferencia muito da ideologia dos primeiros Urbex de invadir lugares “privados”. Com o Mundo Urbex a proposta não é esconder lugares, mas sim mostrar a riqueza arquitetônica e histórica desses ambientes e apresentar para o maior número possível de pessoas. 

A aventura da descoberta de histórias esquecidas transformou Jaqueline Silva em uma das mais engajadas da causa no mundo. Hoje, as redes sociais do Mundo Urbex, liderado por ela, já atingem a marca de três milhões de visualizações mensais.

No mundo, a ideia surgiu de um movimento americano que pretendia invadir, fotografar e filmar para depois divulgar imagens de espaços abandonados de forma sigilosa em grupos nas redes sociais. Devido ao interesse do público, a ideia se expandiu pelo mundo em vários outros grupos que utilizam o título URBEX significado de gênero ou atividade para a Exploração Urbana.https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.