Sexta-Feira | 26 de Maio de 2017 | 17h50

Há quase 40 anos, o Globo Esporte traz o dia a dia e a emoção dos nossos atletas

 

Um dos mais antigos programas esportivos da nossa televisão, o “Globo Esporte”, exibido de segunda a sábado pela TV Globo, no horário das 12h45, entrou no ar em agosto de 1978, portanto há quase 40 anos.

 

Nas primeiras semanas, o programa só se preocupava em mostrar matérias e imagens dos campeonatos de futebol pelo Brasil. Aos poucos ele foi abrindo espaço para outras modalidades esportivas e começou a falar de boxe, natação, vôlei, motociclismo, surfe, natação e outras modalidades esportivas não muito comuns para um programa que era apresentado na hora do almoço.

 

Além da cobertura de jogos e eventos esportivos, o “Globo Esporte” também se destacou como uma vitrine de histórias interessantes sobre o dia a dia e as grandes conquistas dos nossos atletas em várias disputas nacionais e internacionais.

 

Nos primeiros anos, o jornalista Ciro José era o comandante do Departamento de Esportes da emissora e reuniu uma grande equipe de profissionais experientes para criar e apresentar o programa. Michel Laurence, Hedyl Valle Junior, Armando Nogueira, Luiz Nascimento, Juarez Soares, Luciano do Valle e Raul Quadros foram os primeiros apresentadores, repórteres e redatores do programa.

 

O programa começou a ser exibido só durante a semana, de segunda a sexta-feira, mas já em 1983, ganhou espaço na programação também na hora do almoço dos sábados, conquistando altos índices de audiência em todos os dias em que era exibido.

 

O primeiro apresentador do programa foi o veterano Léo Batista, que logo depois ganhou como o parceiro o jornalista Fernando Vanucci. A primeira mulher a apresentar o “Globo Esporte” foi Isabela Scalabrini, que começou comandando o programa aos sábados, em 1987.

 

Ao longo dos anos, o sucesso do programa fez também com que ele passasse por muitas mudanças no formato e na equipe. Principalmente na década de 80, o “Globo Esporte” revelou nomes que se transformaram em referencia quando falamos em jornalismo esportivo, como por exemplo, Mauro Naves, Tino Marcos, Marcos Uchoa e Mylena Ciribelli.

 

A maior mudança, no entanto, aconteceu na década de 90, quando o programa ganhou matérias mais leves e criativas, algumas com boa dose de humor, e passou também a utilizar alguns recursos gráficos, animação e vinhetas especiais.

 

No início dos anos 2000, a apresentação do programa passou para as mãos de Mauricio Torres e de Mylena Ciribelli que ficaram até 2007, quando Tino Marcos e Glenda Kozlowski assumiram o comando e o programa passou a ter uma linguagem bem mais informal. Linguagem que ganhou novas experiências quando, em 2010, Tiago Leifert assumiu a apresentação do telejornal esportivo mais bem sucedido da nossa televisão.

Foto 1 - Logo do programa que estreou em agosto de 1978

Foto 2 - Luciano do Valle foi um dos primeiros comentaristas nos anos 80

Foto 3 - Léo Batista foi o primeiro apresentador do programa

Foto 4 - O programa foi um dos primeiros a priorizar também o vôlei

Foto 5 - Notícias sobre o automobilismo eram constantes no programa nos anos 80

Foto 6 - O basquete era outro assunto sempre constante no Globo Esporte

Foto 7 - Fernando Vannucci apresentou o Globo Esporte nos anos 80

Foto 8 - Mylena Ciribelli foi uma das primeiras figuras femininas do programa

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.