Segunda-Feira | 8 de Maio de 2017 | 12h10

Cárie: Hoje já é possível tratar sem o uso de brocas e sem dor

 

Processo que destrói o esmalte do dente e a camada logo abaixo da dentina é um dos problemas bucais mais comuns. Várias são as causas para o desenvolvimento da cárie, porém, a mais comum é higienização incorreta. O acúmulo de alimentos, principalmente de açúcar, dão as condições perfeitas para placas bacterianas se desenvolverem transformando-se na cárie. Se não tratada, pode avançar ocasionando a perda do dente. 

Os sintomas deste problema incluem a dor, sensibilidade à alimentos e bebidas doces, quentes ou frios.

Tradicionalmente, o tratamento é  feito por meio de brocas para a remoção da área cariada. Impulsionadas pelo famoso “motorzinho”, as brocas mais a anestesia são responsáveis pelo medo que alguns adultos e crianças sentem do dentista. Tudo isso foi substituído pela tecnologia do laser de alta potência. Segundo o Dr. Gil Puglisi, dentista pioneiro no uso desse laser no Brasil (especificamente o de alta potência), os benefícios do uso do laser são inúmeros. “Primeiramente é a rapidez no tratamento.  Não há o uso de brocas, a luz emitida pelo laser é a responsável por remover a cárie em 40 segundos. As vantagens não param por aí, também não há dor e nem o barulho. A maior vantagem que vejo é que com o laser não há perda de dente saudável, ele só elimina o tecido cariado e, o laser já oblitera os canalículos da dentina, ou seja, aquela área tratada, não terá cárie novamente”. 

A Clinica Gil Puglisi foi pioneira na introdução dessa técnica no Brasil e já atende há dois anos com o laser de alta potência com muito sucesso. Já os clientes mais “medrosos” agradecem o novo sistema.

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.