Sexta-Feira | 28 de Abril de 2017 | 12h42

Delegado Mário Palumbo Júnior grava o Cartão de Visita com Débora Santilli

A gravação do Cartão de Visita da terça-feira (25), contou com a presença do delegado de polícia civil, supervisor do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos - GARRA, Mário Palumbo Júnior.

Foto: Karina Lajusticia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O GARRA é um grupo especializado que pertence ao Departamento Estadual de Investigações Criminais - DEIC. Atualmente, o DEIC é dirigido por Emygdio Machado Neto e faz parte da polícia civil do Estado de São Paulo, comandada pelo delegado-geral Youssef Abou Chahin.

Durante a entrevista, Palumbo falou sobre o treinamento específico diário das forças policiais e garantiu:

— Noventa e nove por cento dos homens do GARRA trabalham felizes. Eu sempre procuro prestigiar e enaltecer os meus policiais e costumo dizer a eles: quando há acerto, ele é de todos vocês, quando há o erro, esse erro é meu.

Sobre a unificação das polícias, Palumbo não acha viável e diz que seria preciso uma reforma constitucional e a mudança da Lei.

— A polícia militar deve fazer seu trabalho de patrulhamento e a polícia civil de investigação. Teria que se mudar a Lei, o criminoso não pode ter tantos benefícios como tem atualmente.

O delegado ressaltou ainda a importância da ajuda da população através do Disque Denúncia 181, serviço de atendimento telefônico para a coleta de denúncias anônimas de crimes que funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

— A partir do momento que a sociedade confiar na polícia, certamente diminuirão os índices criminais.

No palco do Programa da Sabrina
Foto: Karina Lajusticia
O delegado Mário Palumbo, Wanessa Camargo, delegado Rafael Fagundes, Cláudia Leite e a desembargadora Ivana David
Foto: Karina Lajusticia

 

 

comentar

últimos comentarios

Seja o primeiro a comentar, complete o formulário ao lado e dê sua opinião.